Fórum Social das Resistências tem viva programação anti-imperialista; inscreva-se

O Fórum Social das Resistências (FSR) acontece entre os dias 26 e 30 de abril e as inscrições estão abertas até as 23h59 desta segunda-feira (25). Sob o mote da “Democracia, Direitos dos Povos e do Planeta“, o FSR 2022 vai atestar como, diante das variadas e graves crises afrontando os povos em todo o mundo, “as resistências nos mostram que é possível evitar o caos”. O Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz) participa na organização deste grande encontro de resistências e promove quatro atividades, em parceria com outras entidades. Confira e inscreva-se.

O FSR é um encontro realizado desde 2017 no âmbito do Fórum Social Mundial (FSM). Lançado em 2001 em Porto Alegre, o FSM estabeleceu-se como um movimento global de convergências amplas das forças democráticas e movimentos populares no enfrentamento às crises sistêmicas em prol da transformação, por “um outro mundo possível”. Assim, o FSR se insere dentro dos processos do FSM com o intuito de propiciar “um espaço de articulação, divulgação e ampliação de todas as formas de resistências criadas pelos movimentos culturais, ambientais, políticos e sociais no Brasil e na América Latina,” promovendo “atividades amplas e abertas à participação de todas as pessoas interessadas”, onde se “discutem as causas das crises, apresentam propostas e organizam iniciativas”.

Neste ano, o evento presencial foi precedido pela versão virtual do encontro, em janeiro. Já o evento presencial conta com uma marcha de abertura em 26 de abril, às 17h00, “Pela Paz e contra as Provocações e Agressões Imperialistas“.

Representado pela diretora Jussara Cony no Comitê Facilitador do FSR 2022, o Cebrapaz é um dos proponentes de quatro painéis e assembleias de convergência:

  • [27 de abril, às 14h00, em FETRAFI – PLENARINHO] Assembleia de Convergência “Guerra x Paz – Conflito da Ucrânia: O cerco do imperialismo dos EUA e da OTAN”.
  • [27 de abril, às 19h00, em FACED/UFRGS – Sala 304] Apresentação do Livro “Teoria das Relações Internacionais: contribuições marxistas”, organizado por Ana Prestes e Diego Pautasso.
  • [27 de abril, às 19h00, no Auditório da Associação Riograndense de Imprensa – ARI] Assembleia de Confergência: “O papel da mídia hegemônica na cobertura dos conflitos: jornalismo ou propaganda?”
  • [28 de abril, às 19h00, na Assembleia Legislativa – Plenarinho] Assembleia de Convergência: “60 anos do criminoso bloqueio dos Estados Unidos a Cuba”.

Veja abaixo a programação completa do FSR2022 e inscreva-se clicando aqui.