Tag: Jamil Murad

Cebrapaz anuncia apoio a Lula

O Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz) anunciou, nesta quinta-feira (2), que orientará seus ativistas e simpatizantes a se engajarem na campanha presidencial de Luiz Inácio Lula da Silva. A decisão foi tomada por unanimidade na reunião da direção nacional da entidade, reunida no dia anterior (quarta-feira, 1º de junho). Segundo o presidente nacional do Cebrapaz, Jamil Murad, seriam graves as consequências de uma reeleição de Bolsonaro: “Lula é o nome mais capaz de impedir o aprofundamento das políticas neofascistas e pró-imperialistas de Jair Bolsonaro. Eleger Lula, como diz nossa nota de apoio, é fazer triunfar a cultura da paz sobre a cultura da guerra”. Leia, abaixo, a íntegra da resolução do Cebrapaz, de apoio a Lula.

Cebrapaz com Lula, contra o neofascismo e pela paz

Em sua 5ª Assembleia Nacional, realizada em Salvador, no dia 7 de novembro de 2019, o Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz) caracterizava o governo de Jair Bolsonaro como “inimigo da paz”, denunciando que os principais grupos que compõem o governo, embora com nuances entre si: “articulam-se na promoção de uma agenda de retrocessos democráticos, de subordinação dos interesses do Brasil aos EUA e de ameaça à paz”.

O diagnóstico que o Cebrapaz fazia naquela altura, decorrido apenas um ano de governo, revelou-se correto em toda a linha.

Bolsonaro conduziu uma gestão de extrema-direita, com características neofascistas. Atacou frontalmente os direitos sociais dos trabalhadores; no enfrentamento da pandemia de covid-19 afastou o estado de suas obrigações em relação à saúde, agindo de forma criminosamente negacionista; promoveu um discurso de ódio e intolerância: autoritário, racista e misógino, tanto interna quanto externamente; e nas Relações Exteriores alinhou-se ao imperialismo em todas as suas pautas fundamentais, fragilizando nossa diplomacia e causando desconforto e desconfiança entre as nações amigas.

Não resta espaço para dúvida que, em um hipotético segundo mandato, todos estes aspectos serão aprofundados, com prejuízos talvez irremediáveis para a democracia brasileira, para a soberania nacional e para a paz regional.

Lula é, incontestavelmente, o nome que reúne mais condições de evitar este cenário e derrotar o governo pró-imperialista e neofascista de Bolsonaro.

Além disso, Lula representa uma opção que, caso vitoriosa, fortalecerá a defesa da democracia, dos direitos humanos, do multilateralismo, do diálogo como solução das controvérsias entre as nações, dos princípios da Carta das Nações Unidas e, o que nos é especialmente caro, da integração soberana e solidária da América Latina, como preceitua o parágrafo único do artigo 4º da Constituição da República Federativa do Brasil.

Por tudo isso, embora respeitando a diversidade de candidaturas do campo progressista, o Cebrapaz indica que seus ativistas e simpatizantes, na eleição presidencial de outubro, trabalhem incansavelmente pela vitória de Luiz Inácio Lula da Silva, o que representará também, para o mundo, uma forte mensagem de que, no Brasil, a cultura da paz venceu a cultura da guerra.

Direção Nacional do Cebrapaz

01º de junho de 2022