Tag: Anti-imperialismo

A Venezuela no xadrez do imperialismo

A Venezuela está mergulhada em uma grave crise política. Isso todos nós acompanhamos pelos noticiários e pelas redes sociais. Obviamente, a grande mídia hegemônica, uma fiel aliada dos interesses imperialistas, constrói sua versão da história, o que ao mesmo tempo, serve para legitimar junto ao senso comum de boa parte do mundo ocidental, as ações de desestabilização dos EUA e da Otan.

Por Thiago Cassis*

https://media1.s-nbcnews.com/j/newscms/2017_20/2000391/170515-world-venezuela-protests-filer-1105_693152ce2883ed561cd066edb987964b.nbcnews-fp-480-320.jpg

Continue lendo “A Venezuela no xadrez do imperialismo”

A onguização da resistência

Um perigo enfrentado por movimentos de massa é a “onguização”¹ da resistência. Será fácil distorcer o que estou prestes a dizer como uma acusação contra todas as ONGs. Isso seria uma falácia. Nas águas turvas das falsas ONGs montadas para tirar dinheiro de subvenções ou como sonegação de impostos (em estados como Bihar,² são doados como dotes), é claro, há ONGs desempenhando um trabalho valioso. Mas é importante considerar o fenômeno das ONGs num contexto político mais abrangente.

Por Arundhati Roy*

Continue lendo “A onguização da resistência”

Movimentos no 5º Seminário pela Paz em Guantánamo emitem declaração de compromissos

{Español}

Reunidos em Guantánamo, Cuba, entre 4 e 6 de maio, delegados de mais de 30 países discutiram a militarização do planeta no âmbito da política imperialista dos EUA e seus aliados durante o 5º Seminário Internacional pela Paz e a Abolição das Bases Militares Estrangeiras. Ao fim do evento, que surtiu importantes compromissos de luta, os participantes emitiram uma declaração final que guiará uma coalização fortalecida nesta frente. Leia a íntegra do texto a seguir.  Continue lendo “Movimentos no 5º Seminário pela Paz em Guantánamo emitem declaração de compromissos”

Movimientos reunidos en Guantánamo definen compromisos en contra de las bases militares extranjeras

{Português}

Reunidos en Guantánamo, Cuba, entre el 4 y el 6 de mayo, delegados de más de 30 países han discutido la militarización del planeta en el ámbito de la política imperialista de EE.UU. y sus aliados durante el V Seminário Internacional por la Paz y la Abolición de las Bases Militares Extranjeras. Al final del evento, que resultó en importantes compromisos de lucha, los participantes emitieron una declaración final que guiará una coalición fortalecida en este frente. A seguir, el texto completo:

Continue lendo “Movimientos reunidos en Guantánamo definen compromisos en contra de las bases militares extranjeras”

Contra a militarização da América Latina e a entrega das soberanias nacionais, unidade e ação

Cerca de 250 convidados de 32 países reuniram-se em Guantánamo, Cuba, no 5º Seminário Internacional pela Paz e a Abolição das Bases Militares Estrangeiras, para reforçar a unidade anti-imperialista. Com 865 bases militares esparramadas pelo mundo (quase a totalidade das existentes) e outros mecanismos de projeção do seu poderio, os EUA sustentam uma ofensiva generalizada, embora seus pretextos sejam os da “segurança” e “defesa”, no quadro de uma militarização intensificada.

Por Moara Crivelente*

Continue lendo “Contra a militarização da América Latina e a entrega das soberanias nacionais, unidade e ação”