Cebrapaz anuncia apoio a Lula

O Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz) anunciou, nesta quinta-feira (2), que orientará seus ativistas e simpatizantes a se engajarem na campanha presidencial de Luiz Inácio Lula da Silva. A decisão foi tomada por unanimidade na reunião da direção nacional da entidade, reunida no dia anterior (quarta-feira, 1º de junho). Segundo o presidente nacional do Cebrapaz, Jamil Murad, seriam graves as consequências de uma reeleição de Bolsonaro: “Lula é o nome mais capaz de impedir o aprofundamento das políticas neofascistas e pró-imperialistas de Jair Bolsonaro. Eleger Lula, como diz nossa nota de apoio, é fazer triunfar a cultura da paz sobre a cultura da guerra”. Leia, abaixo, a íntegra da resolução do Cebrapaz, de apoio a Lula.

Cebrapaz com Lula, contra o neofascismo e pela paz

Em sua 5ª Assembleia Nacional, realizada em Salvador, no dia 7 de novembro de 2019, o Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz) caracterizava o governo de Jair Bolsonaro como “inimigo da paz”, denunciando que os principais grupos que compõem o governo, embora com nuances entre si: “articulam-se na promoção de uma agenda de retrocessos democráticos, de subordinação dos interesses do Brasil aos EUA e de ameaça à paz”.

O diagnóstico que o Cebrapaz fazia naquela altura, decorrido apenas um ano de governo, revelou-se correto em toda a linha.

Bolsonaro conduziu uma gestão de extrema-direita, com características neofascistas. Atacou frontalmente os direitos sociais dos trabalhadores; no enfrentamento da pandemia de covid-19 afastou o estado de suas obrigações em relação à saúde, agindo de forma criminosamente negacionista; promoveu um discurso de ódio e intolerância: autoritário, racista e misógino, tanto interna quanto externamente; e nas Relações Exteriores alinhou-se ao imperialismo em todas as suas pautas fundamentais, fragilizando nossa diplomacia e causando desconforto e desconfiança entre as nações amigas.

Não resta espaço para dúvida que, em um hipotético segundo mandato, todos estes aspectos serão aprofundados, com prejuízos talvez irremediáveis para a democracia brasileira, para a soberania nacional e para a paz regional.

Lula é, incontestavelmente, o nome que reúne mais condições de evitar este cenário e derrotar o governo pró-imperialista e neofascista de Bolsonaro.

Além disso, Lula representa uma opção que, caso vitoriosa, fortalecerá a defesa da democracia, dos direitos humanos, do multilateralismo, do diálogo como solução das controvérsias entre as nações, dos princípios da Carta das Nações Unidas e, o que nos é especialmente caro, da integração soberana e solidária da América Latina, como preceitua o parágrafo único do artigo 4º da Constituição da República Federativa do Brasil.

Por tudo isso, embora respeitando a diversidade de candidaturas do campo progressista, o Cebrapaz indica que seus ativistas e simpatizantes, na eleição presidencial de outubro, trabalhem incansavelmente pela vitória de Luiz Inácio Lula da Silva, o que representará também, para o mundo, uma forte mensagem de que, no Brasil, a cultura da paz venceu a cultura da guerra.

Direção Nacional do Cebrapaz

01º de junho de 2022

Encontros internacionais em Guantánamo denunciam: Imperialismo coloca humanidade em risco

Nos dias 04, 05 e 06 de maio dois eventos anti-imperialistas aconteceram em Cuba, na província de Guantánamo: o 7º Seminário Internacional pela Paz e pela Abolição das Bases Militares Estrangeiras e a Reunião Regional América-Caribe do Conselho Mundial da Paz (CMP). Na foto acima, Fernando González Llort faz a saudação inicial do Seminário. Leia as declarações e outros documentos dos encontros a seguir.

Continue reading “Encontros internacionais em Guantánamo denunciam: Imperialismo coloca humanidade em risco”

Países do Brics defendem a cooperação para enfrentar ameaças à segurança global

Os países do Brics dialogam sobre questões candentes que afetam a paz e a segurança internacional e buscam soluções nos marcos de mecanismos relevantes

Por José Reinaldo Carvalho*

Continue reading “Países do Brics defendem a cooperação para enfrentar ameaças à segurança global”

Novo recorde: gastos militares globais ultrapassam os R$ 10 trilhões

“Em plena pandemia”, como se tem reiterado para ressaltar o contra-senso de tais tendências diante do sofrimento dos mais afetados, os gastos militares mundiais pela primeira vez na história ultrapassaram os USD 2 trilhões, alcançando USD 2,113 trilhões (R$ 10,14 trilhões). É o equivalente a 2,2% do PIB mundial. Como sempre, os EUA encabeçam a lista com USD 801 bilhões (R$3,8 trilhões), dando grande peso para a pesquisa e desenvolvimento de tecnologia militar, de acordo com o Instituto Internacional de Estocolmo de Pesquisas para a Paz (Sipri), em publicação deste domingo (24).

Continue reading “Novo recorde: gastos militares globais ultrapassam os R$ 10 trilhões”

Cebrapaz manifesta solidariedade a José Reinaldo diante de ataques sionistas

O Cebrapaz – Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz – manifesta irrestrita solidariedade ao nosso secretário-geral, José Reinaldo Carvalho, em face dos ataques públicos de que foi alvo, originados de um coletivo sionista.

Continue reading “Cebrapaz manifesta solidariedade a José Reinaldo diante de ataques sionistas”

CEBRAPAZ rechaça voto do Brasil no Conselho de Direitos Humanos da ONU contra Palestina 

O Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (CEBRAPAZ) repudia veementemente a posição que o governo de Jair Bolsonaro assumiu desde a sua posse contra os direitos do povo palestino, em aliança servil e fanática ao sionismo e ao governo de Israel. Mais recentemente, o desprezo do Governo Bolsonaro pelos direitos humanos, que se manifesta no nosso País e na política externa, definiu o seu posicionamento contrário à resolução do Conselho de Direitos Humanos da ONU sobre a situação gravíssima na Palestina ocupada por Israel.

Continue reading “CEBRAPAZ rechaça voto do Brasil no Conselho de Direitos Humanos da ONU contra Palestina “

Entidades solidárias ao povo saarauí lançam plataforma em conferência – assista

A Plataforma Latino-Americana e Caribenha de Solidariedade ao Povo Saarauí (PLACSO) realizou nesta quarta-feira (30) a conferência virtual “Atualidade e Consequências da Guerra no Saara Ocidental”, lançando uma declaração de apoio à luta pela autodeterminação e repúdio à continuidade da ocupação marroquina do território da República Árabe Saarauí Democrática (RASD). Os conferencistas foram o Diretor para a América Latina do Ministério das Relações Exteriores da RASD Ahmed Mulay, a representante da Frente POLISARIO na ONU em Genebra Omaima Abdeslam, e a pesquisadora mexicana Silvana Rabinovich, e a mediação ficou a cargo de Katheryne Aldana, representando a PLACSO.

Continue reading “Entidades solidárias ao povo saarauí lançam plataforma em conferência – assista”