Congresso Internacional de Mulheres discute rumos na luta anti-imperialista em Caracas

No reforço da resistência contra retrocessos históricos e pelo avanço das lutas dos povos pela paz, a democracia e a justiça social, em 20 e 21 de setembro acontece o 1º Congresso Internacional de Mulheres em Caracas, Venezuela. O tema do encontro será “Pela Paz e a Solidariedade entre os Povos”, e a presidenta do Conselho Mundial da Paz, Socorro Gomes, participa.

Continue lendo “Congresso Internacional de Mulheres discute rumos na luta anti-imperialista em Caracas”

Em repúdio às ameaças à Venezuela, rechaçamos a ativação do TIAR

A Organização dos Estados Americanos (OEA) aprovou em 11 de setembro a convocação de uma reunião que pode reativar o Tratado Interamericano de Assistência Recíproca, o TIAR, proposta com intuito de atingir a Venezuela. Os Estados Unidos pretendem realizar o evento em Nova Iorque, no dia 23, véspera da abertura da Assembleia-Geral da ONU. Forças democráticas e defensoras da paz de todo o mundo, às que se une o Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (CEBRAPAZ), repudiam esta que se configura como mais uma ameaça à soberania da Venezuela.

Continue lendo “Em repúdio às ameaças à Venezuela, rechaçamos a ativação do TIAR”

Conselho Mundial da Paz condena proposta de ativação do TIAR contra a Venezuela

Diante da proposta apresentada na Organização de Estados Americanos pela Colômbia e respaldada por membros como o Brasil para ativar o Tratado Interamericano de Assistência Recíproca (TIAR) contra a Venezuela, entidades de todo o mundo manifestaram seu contundente repúdio à continuidade das ameaças, cerco e agressões contra o país e a uma eventual intervenção militar. Leia a nota divulgada pelo Conselho Mundial da Paz (CMP), de que o Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz) é membro, na sexta-feira (13).

Continue lendo “Conselho Mundial da Paz condena proposta de ativação do TIAR contra a Venezuela”

Ativação do tratado regional pela intervenção na Venezuela deve ser barrada

As forças democráticas já se manifestam em repúdio aos intentos de países parte do infame Tratado Interamericano de Assistência Recíproca (TIAR) de acionar este instrumento contra a Venezuela bolivariana. Na quarta-feira (11) a proposta foi apresentada pela Colômbia e apoiada pela representação do Brasil e demais países governados por forças servis aos EUA, no seio da Organização de Estados Americanos (OEA). O tema deve ser discutido pelos chanceleres para a adoção de uma medida e as forças da paz mobilizam-se para deter os planos evidentes de intervenção na Venezuela.

Por Socorro Gomes*

Continue lendo “Ativação do tratado regional pela intervenção na Venezuela deve ser barrada”

Nos 80 anos do início da Segunda Guerra Mundial, a humanidade clama pela paz

Com a agressão nazista contra a Polônia, há exatos 80 anos, a 1º de setembro de 1939, teve início a Segunda Guerra Mundial. Mais de 80 por cento da população mundial foi envolvida direta ou indiretamente na grande conflagração. A humanidade e as forças amantes da paz e da liberdade hão de sempre recordar o episódio com indignação e dele extrair os ensinamentos para que jamais se repitam acontecimentos tão nefastos.  

Por Socorro Gomes*

Continue lendo “Nos 80 anos do início da Segunda Guerra Mundial, a humanidade clama pela paz”

Socorro Gomes: Entre sanções à Venezuela e a promoção do Brasil a aliado da OTAN, resistimos

Enquanto os povos da América Latina e Caribe mobilizam-se em resistência constante contra avanços autoritários, reacionários e imperialistas pela região, os obstáculos que devemos transpor se acumulam. A virulência da reação anti-democrática, respaldada pelos Estados Unidos e assente na militarização, exploração, ingerência e agressão, intensifica-se, como mostram o recente reforço das sanções criminosas contra a Venezuela bolivariana e a classificação do Brasil como aliado da OTAN pelos EUA. Mas também se intensifica o ímpeto dos povos de, juntos, lutarem.

*Por Socorro Gomes

Continue lendo “Socorro Gomes: Entre sanções à Venezuela e a promoção do Brasil a aliado da OTAN, resistimos”

Nos 40 anos da Revolução Sandinista, a luta do povo nicaraguense segue atual

Na celebração dos 40 anos da Revolução Sandinista, em Manágua, na Nicarágua, ficou evidente a atualidade inspiradora da luta do povo nicaraguense. Patrocinadores da ditadura Somoza que outrora aterrorizou o povo e apoiantes dos atuais bandos que tentam destabilizar o país, o imperialismo estadunidense atenta contra o povo e a soberania da Nicarágua com objetivo sobejamente conhecido: criar o caos para derrubar o governo sandinista e dominar o país.

Por Socorro Gomes*

Continue lendo “Nos 40 anos da Revolução Sandinista, a luta do povo nicaraguense segue atual”

ONU: Demolição de casas palestinas por Israel viola direito humanitário internacional

Três dirigentes das Nações Unidas afirmaram que a demolição por autoridades israelenses de prédios residenciais na comunidade palestina de Sur Bahir, na Cisjordânia, constitui uma violação do direito humanitário internacional.

Menina palestina na Cisjordânia. A jovem e sua família foram forçadas a abandonar o local onde moravam duas vezes ao longo de 2018. Imagem de arquivo. Foto: UNRWA/Lara Jonasdottir
Menina palestina na Cisjordânia. A jovem e sua família foram forçadas a abandonar o local onde moravam duas vezes ao longo de 2018. Imagem de arquivo. Foto: UNRWA/Lara Jonasdottir
Continue lendo “ONU: Demolição de casas palestinas por Israel viola direito humanitário internacional”

Cebrapaz condena repressão marroquina no Saara Ocidental ocupado e lamenta a morte da jovem Sabah Ahmeida

IMG-20190722-WA0002O Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (CEBRAPAZ) soma-se às diversas entidades solidárias ao povo saaráui na mais veemente condenação dos brutais episódios de repressão das manifestações em El Aaiun, capital do Saara Ocidental ocupado pelo Marrocos, em 20 de julho. No episódio, a polícia marroquina atropelou e matou a jovem Sabah Othman Ahmeida (Injourni), de 24 anos de idade, tardando a prestar-lhe atendimento médico. Sabah morreu mais tarde, no hospital.

Continue lendo “Cebrapaz condena repressão marroquina no Saara Ocidental ocupado e lamenta a morte da jovem Sabah Ahmeida”

CMP 70 anos: Diante das ameaças, a luta pela paz se fortalece na unidade

Em 21 de abril, o Conselho Mundial da Paz celebra seus 70 anos de existência. Sempre lutou contra a guerra, denunciou o sistema imperialista e cultivou a solidariedade entre os povos e a unidade com as forças democráticas e amantes da paz. O CMP, as organizações que dele fazem parte e entidades amigas priorizam o fortalecimento da unidade e a amplitude de sua ação para enfrentar as crescentes ameaças, na luta pela paz.

Por Socorro Gomes*

Continue lendo “CMP 70 anos: Diante das ameaças, a luta pela paz se fortalece na unidade”

Socorro Gomes: Demandamos rechaço internacional inequívoco à decisão de Trump sobre as Colinas de Golã sírias

A presidenta do Conselho Mundial da Paz, Socorro Gomes, emitiu nesta terça-feira (26) nota de repúdio à ordem executiva assinada pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em que reconhece a soberania israelense sobre o território sírio ocupado por Israel desde 1967, as Colinas de Golã. Trump oficializou o reconhecimento de forma unilateral e ilegítima na segunda (25), mais uma de várias medidas ofensivas contra a Síria às quais o movimento internacional da paz tem se oposto resolutamente. Leia a nota de Socorro a seguir:

Resultado de imagem para syria golan

Continue lendo “Socorro Gomes: Demandamos rechaço internacional inequívoco à decisão de Trump sobre as Colinas de Golã sírias”

We repudiate Bolsonaro’s offensive against Venezuela at the UN

Jair Bolsonaro’s Government gave another dangerous step in his offensive against Venezuela by presenting, at the UN, a draft resolution that calls for an international inquiry into our neighboring and sister country. The petition is also endorsed by Argentina, Canada, Chile, Colombia, Costa Rica, Guatemala and Peru.

Continue lendo “We repudiate Bolsonaro’s offensive against Venezuela at the UN”