Entidades baianas aprovam moções em evento rumo à XXIV Convenção Nacional de Solidariedade a Cuba

Decorreu em 30 de maio a etapa estadual da Bahia preparatória para a XXIV Convenção Nacional de Solidariedade a Cuba, que acontece de 20 a 22 de junho em Santos (SP). Em Salvador, o evento foi realizado pela Associação Cultural José Martí (ACJM-BA) e o Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz) e reuniu diversas entidades, com a participação da cônsul de Cuba Milena Zaldivar.

Continue lendo “Entidades baianas aprovam moções em evento rumo à XXIV Convenção Nacional de Solidariedade a Cuba”

Cebrapaz-MG promove evento preparatório para a Convenção Nacional de Solidariedade a Cuba

O núcleo mineiro do Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz-MG) e a Associação Cultural José Martí (ACJM) promoveram, nesta segunda-feira (13), no Sindicato dos Jornalistas de Minas Gerais, uma Plenária Preparatória para a XXIV Convenção Nacional de Solidariedade a Cuba. Participaram do evento o cônsul-geral de Cuba em São Paulo, Pedro Monzon, e Antonio Mata Salas, cônsul de Imprensa e Solidariedade, também de Cuba.

Continue lendo “Cebrapaz-MG promove evento preparatório para a Convenção Nacional de Solidariedade a Cuba”

Nakba: Nos 71 anos da catástrofe contínua, a Palestina resiste para não desaparecer

Seria lógico afirmar que os direitos nacionais do povo palestino nunca estiveram tão ameaçados. Trump reconheceu Jerusalém como a capital de Israel, a Lei do Estado-Nação desvelou o apartheid a quem ainda não o via, Netanyahu foi reeleito prometendo mais colônias e as potências seguem negligentes diante do asfixiante cerco a Gaza e dos crimes cotidianos na Palestina ocupada, apelando por um desfecho negociado, como se tratassem de um conflito cujo fim depende da “vontade das partes”. Mas nos 71 anos da Nakba, sabemos: este é o projeto e nenhum acordo mediado pelos EUA corrigiria tal tragédia.

Por Moara Crivelente*

Continue lendo “Nakba: Nos 71 anos da catástrofe contínua, a Palestina resiste para não desaparecer”

Em Guantânamo, seminário internacional emite declaração contra bases militares e pela paz

Decorreu entre 4 e 6 de maio, na província cubana de Guantânamo, o VI Seminário Internacional pela Paz e a Abolição das Bases Militares Estrangeiras, realizado pelo Movimento Cubano pela Paz e a Soberania dos Povos (MovPaz) e outras entidades, em parceria com o Conselho Mundial da Paz (CMP). Noventa pessoas de 35 países participaram. A presidenta do CMP Socorro Gomes e o presidente do Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz) Antônio Barreto lideraram as delegações das respectivas entidades e deram seus contributos. A diretora do Cebrapaz Maria Ivone de Souza também participou. Leia a declaração final do Seminário.

Continue lendo “Em Guantânamo, seminário internacional emite declaração contra bases militares e pela paz”

Cebrapaz-MG recebe professora cubana para debate sobre a América Latina

Na sexta feira (26), o núcleo mineiro do Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz-MG), em conjunto com o PCdoB estadual, recebeu a doutora em Educação Yazmin Vázquez para uma Roda de Conversa onde participaram vários estudantes, professores e militantes das causas internacionalistas. O tema principal foi: Os ataques estadunidenses nos países latino-americanos.

Continue lendo “Cebrapaz-MG recebe professora cubana para debate sobre a América Latina”

CMP 70 anos: Diante das ameaças, a luta pela paz se fortalece na unidade

Em 21 de abril, o Conselho Mundial da Paz celebra seus 70 anos de existência. Sempre lutou contra a guerra, denunciou o sistema imperialista e cultivou a solidariedade entre os povos e a unidade com as forças democráticas e amantes da paz. O CMP, as organizações que dele fazem parte e entidades amigas priorizam o fortalecimento da unidade e a amplitude de sua ação para enfrentar as crescentes ameaças, na luta pela paz.

Por Socorro Gomes*

Continue lendo “CMP 70 anos: Diante das ameaças, a luta pela paz se fortalece na unidade”

Conselho Mundial da Paz e Federação Mundial da Juventude Democrática visitam a Venezuela; leia a resolução conjunta

O Conselho Mundial da Paz (CMP) e a Federação Mundial da Juventude Democrática (FMJD) realizaram uma visita conjunta de solidariedade à Venezuela entre os dias 12 e 14 de abril. Ambas as organizações, de longa trajetória anti-imperialista, reuniram-se com entidades populares e partidos venezuelanos e visitaram importantes locais e monumentos, além de se reunirem com o presidente da República Bolivariana, Nicolás Maduro. Leia ao final da matéria a tradução da resolução conjunta adotada pelo CMP e a FMJD.

Continue lendo “Conselho Mundial da Paz e Federação Mundial da Juventude Democrática visitam a Venezuela; leia a resolução conjunta”

Aos 70, a OTAN não é aliança defensiva, mas uma declaração de guerra total

A Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) faz 70 anos em 4 de abril. Após a catástrofe da Segunda Guerra Mundial, os princípios essenciais à construção da paz consolidaram-se na Carta das Nações Unidas. Entretanto, a OTAN edificou-se como motor da guerra das potências ocidentais contra o Comunismo. Finda a Guerra Fria, o bloco não só sobrevive, mas se expande promovendo a militarização global, ameaças e agressões. Sua presença na América Latina reforça o alerta.

Por Moara Crivelente*

Resultado de imagem para nato troops

Continue lendo “Aos 70, a OTAN não é aliança defensiva, mas uma declaração de guerra total”

Descolonização do Saara Ocidental: Uma perspectiva saaráui da solução

A ocupação marroquina do Saara Ocidental continua sendo o último caso de descolonização da África. O exército marroquino invadiu o território em 31 de outubro de 1975 apesar de uma clara decisão emitida pelo Tribunal Internacional de Justiça poucos dias antes, em 16 de outubro do mesmo ano.[1] Em 6 de novembro de 1975, o Marrocos organizou o que chamou de “Marcha Verde” para oficialmente invadir o norte do Saara Ocidental, levando 350 mil colonos marroquinos para o território, com a cumplicidade da Espanha, a potência colonial no território desde 1884.

Por Malainin Lakhal*

Continue lendo “Descolonização do Saara Ocidental: Uma perspectiva saaráui da solução”

Socorro Gomes: Demandamos rechaço internacional inequívoco à decisão de Trump sobre as Colinas de Golã sírias

A presidenta do Conselho Mundial da Paz, Socorro Gomes, emitiu nesta terça-feira (26) nota de repúdio à ordem executiva assinada pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em que reconhece a soberania israelense sobre o território sírio ocupado por Israel desde 1967, as Colinas de Golã. Trump oficializou o reconhecimento de forma unilateral e ilegítima na segunda (25), mais uma de várias medidas ofensivas contra a Síria às quais o movimento internacional da paz tem se oposto resolutamente. Leia a nota de Socorro a seguir:

Resultado de imagem para syria golan

Continue lendo “Socorro Gomes: Demandamos rechaço internacional inequívoco à decisão de Trump sobre as Colinas de Golã sírias”

Secretariado do Conselho Mundial da Paz reúne-se na Sérvia e discute plano de ação

O Secretariado do Conselho Mundial da Paz, que o Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz) integra, reuniu-se em Belgrado, Sérvia, em 21 e 24 de março, quando participou também, em 22 e 23 de março, dos eventos sobre o 20º aniversário da agressão da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) contra o país. A atualização do plano de ação do CMP esteve na agenda, assim como o acompanhamento da situação nas diferentes regiões.

Continue lendo “Secretariado do Conselho Mundial da Paz reúne-se na Sérvia e discute plano de ação”

Consejo Mundial de la Paz: Declaración de condena del intento de derrocar al gobierno venezolano

El Consejo Mundial de la Paz (CMP) expresa su categórica y vehemente condena del intento de derrocar al gobierno legítimamente elegido y al presidente de la República Bolivariana de Venezuela Nicolás Maduro.

Continue lendo “Consejo Mundial de la Paz: Declaración de condena del intento de derrocar al gobierno venezolano”