Tag: Colômbia

TV Cebrapaz entrevista Pietro Alarcón sobre a luta popular na Colômbia

Nesta sexta-feira (4), a TV Cebrapaz, do Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz, entrevistou Pietro Alarcón, advogado e membro da direção da União Patriótica da Colômbia, para falar dos protestos que já duram mais de um mês, no país latino-americano. Nosso entrevistador é o jornalista José Reinaldo Carvalho, vice-presidente do Cebrapaz. As manifestações, dizem os colombianos nas ruas, não são apenas contra as reformas do governo neoliberal de Iván Duque, mas pela transformação social e a paz na Colômbia. Assista:

Um mês de protestos na Colômbia

O maior levante social da história recente da Colômbia completa hoje um mês desde o início da greve nacional contra uma reforma tributária que afetaria as maiorias. Até o momento, o governo e o Comitê Nacional da Greve não concretizaram um acordo para encerrar a crise, a violência policial soma mais vítimas, as mobilizações continuam e os jovens tornam-se protagonistas.

Continue lendo “Um mês de protestos na Colômbia”

Socorro Gomes repudia violência contra grevistas na Colômbia

A Colômbia cobra atenção devido à perseguição aos colombianos e colombianas mobilizados na grande Greve Nacional, iniciada em 28 de abril, contra a reforma tributária do governo de Iván Duque. Herdeiro do uribismo que grassou pelo país com o terrorismo de estado e o respaldo a milícias paramilitares contra dirigentes sociais, o governo Duque aposta na militarização da repressão. Desde o começo da greve, segundo a Marcha Patriótica, oito pessoas já foram assassinadas. A presidenta do Conselho Mundial da Paz (CMP), Socorro Gomes, emitiu nesta segunda-feira (3) uma nota em repúdio à violência. Leia a seguir:

Continue lendo “Socorro Gomes repudia violência contra grevistas na Colômbia”

Unidade contra a perseguição aos líderes sociais e pela paz na Colômbia

Consternadas, mas decididas a deter o retrocesso na Colômbia, as forças da paz denunciam a perseguição às lideranças sociais ameaçadas e assassinadas no país. Mais de 445 vidas foram tomadas de janeiro de 2016 a julho de 2018. O fim do paramilitarismo há décadas vitimando líderes comunitários e dirigentes partidários foi um compromisso assumido no processo de paz. Mas com o retorno do uribismo na eleição de Iván Duque Márquez para a Presidência, ainda é preciso unir forças para evitar o retrocesso.

Por Socorro Gomes*

Continue lendo “Unidade contra a perseguição aos líderes sociais e pela paz na Colômbia”