Domingo, 26 de Março, 2017
   
Tamanho
Banner

Procure no site:

Cebrapaz condena o golpe no Brasil e reafirma a luta pela soberania popular

O dia 31 de agosto de 2016 entra para a história do Brasil e do mundo como a data de mais um ataque frontal à democracia e à soberania popular. Neste dia, o povo brasileiro enfrentou a ignomínia do desfecho de um golpe de Estado parlamentar-jurídico-midiático que nos lançou de volta ao passado. O Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz), entretanto, soma-se aos movimentos sociais que, unidos e firmes, manifestam seu repúdio contundente ao governo ilegítimo originado do golpe.

defesa democracia

Nos últimos 13 anos, o Brasil inseriu-se na política internacional com postura soberana e solidária como nunca antes. Domesticamente, conquistamos marcos também nunca antes experimentados no combate à nossa crônica desigualdade e exclusão social, opressão e exploração. Com a força do povo e dos movimentos sociais, os sucessivos governos progressistas conseguiram mudar o curso do país para um processo de crescente dignidade e justiça sociopolítica pelas quais tanto lutamos.

Mas passadas apenas três décadas desde o fim da ditadura, somos obrigados a retomar a luta pelas Diretas Já! Rechaçamos contundentemente um processo fraudulento, de uma farsa política que se vestiu de legalidade constitucional para disfarçar o que é um evidente golpe de Estado, instaurando as eleições indiretas para impor à nação um governo ilegítimo e um projeto eleitoral derrotado nas urnas apenas dois anos antes.

No Congresso Nacional, o cinismo de inúmeros acusados de corrupção, que apontaram seus dedos contra 54,5 milhões de brasileiros e brasileiras eleitores de Dilma, mancharam a nossa história com os discursos inflamados de inexistente moralidade da elite mais reacionária do país, com o apoio do imperialismo estadunidense.

A desestabilização regional, afinal, é ponto prioritário na agenda dos EUA, que não aceitaram perder sua hegemonia para os processos de afirmação soberana dos nossos países e não medem esforços para impor aos nossos povos os seus desígnios. Para isso, contam com uma gangue cuja desfaçatez se conhece, que têm em seus próprios projetos a entrega do país e de seus recursos mais estratégicos, a anulação da nossa soberania e o retorno do povo à desigualdade e à exclusão social.

Já recebemos, por outro lado, diversas manifestações de apoio à nossa defesa da democracia. Contaremos com a solidariedade internacional entre os povos, em suas próprias lutas contra as guerras, as ameaças, as agressões, o ressurgir do fascismo, o arrocho, o colonialismo, a ocupação e toda sorte de opressão. Estamos juntos e unidos em nossas lutas!

Abaixo o governo golpista e ilegítimo instaurado no Brasil!
Viva a solidariedade entre os povos na luta pela democracia!

Socorro Gomes,
Presidenta do Cebrapaz
(31 de agosto de 2016)


Leia a seguir a nota do Cebrapaz emitida na iminência da suspensão do mandato da residenta Dilma Rousseff, em maio de 2016:

O Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz une-se aos trabalhadores e trabalhadoras do Brasil, aos movimentos sociais e às lideranças ultrajadas pelo crescendo golpista que enfrentamos desde a reeleição da presidenta Dilma Rousseff, no final de 2014. Entretanto, a perplexidade não nos desmobiliza para o enfrentamento ao retrocesso, à intentona ilegítima e desqualificada de impeachment, fartamente documentada como fraudulenta.

Somamo-nos aos movimentos sociais decididos a resistir e a ocupar as ruas contra os ataques criminosos às conquistas sociais e dos trabalhadores. Além disso, defendemos a democracia de forma determinada, recusando-nos firmemente a aceitar o retrocesso na consolidação da nossa jovem democracia.

Saudamos as iniciativas de mobilização convergente e unificada na defesa da democracia, acima de tudo. Somamo-nos ainda à agenda de atos dos movimentos sociais, numa frente popular e sem medo entre as forças democráticas.

Os golpistas não aterrorizarão o povo na defesa das suas conquistas e na mobilização pela exigência de avanços, por mais direitos e mais democracia. A bandeira da direita e da extrema-direita, tanto no Brasil como na América Latina e no mundo, é a do retrocesso, a da perda de direitos e de soberania nacional, à serviço e patrocinada pelo imperialismo.

O ataque frontal à democracia, em pleno século 21, não triunfará!

No Brasil, na América Latina e no mundo, os povos, unidos, derrotarão o imperialismo, a dominação e o retrocesso, na construção de um sistema justo, de democracia e de paz!

Socorro Gomes,
Presidenta do Cebrapaz
Maio, 2016
 

Leia também:

Frente Brasil Popular compromete-se com unidade na defesa da democracia; Cebrapaz participou da plenária

Movimentos latino-americanos emitem contundentes declarações de apoio aos brasileiros contra o golpe

Entidades internacionais, governos e personalidades repudiam o golpe, em solidariedade ao povo brasileiro

Debate no Parlamento Europeu avalia a situação na América Latina destacando Brasil e Venezuela

Movimento sindical na América Latina e no mundo denuncia o golpe no Brasil

Manifesto da Rede em Defesa da Humanidade contra o golpe no Brasil

Marcha Mundial de Mulheres emite declaração contra o golpe no Brasil

Mulheres levam apoio a Dilma em ato pela democracia

Nota das organizações europeias do Conselho Mundial da Paz em solidariedade ao povo brasileiro

Nota da Rede de Intelectuais, Artistas e Movimentos Sociais em Defesa da Humanidade 

Nota do Movimento Cubano pela Paz e a Soberania dos Povos

Nota dos movimentos populares argentinos em solidariedade aos brasileiros

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Banner

3ª Assembleia

cartaz-site

Login Form