Comitê Brasileiro pela Paz na Venezuela entrega manifesto a Consulado em São Paulo, assista

Representantes do Comitê Brasileiro pela Paz na Venezuela estiveram no Consulado do país irmão na manhã desta sexta-feira (4), em São Paulo. Composto por dezenas de entidades do movimento social, de partidos e meios de comunicação contra-hegemônicos, o grupo foi recebido pelo Cônsul-Geral adjunto, Robert Torrealba, que recebeu um manifesto em apoio à luta pela paz e pela democracia na Venezuela. Assista reportagem do Brasil de Fato.

O documento, publicado na terça-feira (1º/08), defende expressamente a “autodeterminação de nossos irmãos venezuelanos”, protagonistas do vitorioso processo de eleição da Assembleia Constituinte levado a cabo no dia 30 de julho.

Leia:
Entidades lançam manifesto e Comitê Brasileiro pela Paz na Venezuela 
Socorro Gomes saúda a Venezuela pela vitória democrática da Constituinte
Organizações da paz de vários países manifestam apoio à Constituinte na Venezuela

“O manifesto representa para nós, na Venezuela, a reafirmação de que o caminho da solidariedade internacional, da solidariedade entre nossos povos, é um mecanismo fundamental para garantir a unidade entre nossas nações e a garantia de paz e independência”, declarou Torrealba.

O texto foi publicado no dia seguinte ao lançamento do Comitê Brasileiro pela Paz na Venezuela, na segunda-feira (31/07), do qual participam inclusive o Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz) e o Conselho Mundial da Paz. As duas entidades foram representadas na entrega do manifesto pelo secretário-geral do Cebrapaz, Wevergton Brito, e pela presidenta do CMP, Socorro Gomes.

A Assembleia Nacional Constituinte da Venezuela foi instalada nesta sexta-feira (4), numa afirmação da resistência e da soberania do povo venezuelano contra a tentativa de golpe e desestabilização por parte da oposição reacionária patrocinada pelo imperialismo estadunidense, em flagrante ingerência.

Assista abaixo a reportagem do Brasil de Fato, com declarações de Torrealba, de Socorro Gomes e Paola Estrada.

 

 

Cebrapaz
Com informações do Barão de Itararé