Socorro Gomes: Entre sanções à Venezuela e a promoção do Brasil a aliado da OTAN, resistimos

Enquanto os povos da América Latina e Caribe mobilizam-se em resistência constante contra avanços autoritários, reacionários e imperialistas pela região, os obstáculos que devemos transpor se acumulam. A virulência da reação anti-democrática, respaldada pelos Estados Unidos e assente na militarização, exploração, ingerência e agressão, intensifica-se, como mostram o recente reforço das sanções criminosas contra a Venezuela bolivariana e a classificação do Brasil como aliado da OTAN pelos EUA. Mas também se intensifica o ímpeto dos povos de, juntos, lutarem.

*Por Socorro Gomes

Continue lendo “Socorro Gomes: Entre sanções à Venezuela e a promoção do Brasil a aliado da OTAN, resistimos”

Nos 40 anos da Revolução Sandinista, a luta do povo nicaraguense segue atual

Na celebração dos 40 anos da Revolução Sandinista, em Manágua, na Nicarágua, ficou evidente a atualidade inspiradora da luta do povo nicaraguense. Patrocinadores da ditadura Somoza que outrora aterrorizou o povo e apoiantes dos atuais bandos que tentam destabilizar o país, o imperialismo estadunidense atenta contra o povo e a soberania da Nicarágua com objetivo sobejamente conhecido: criar o caos para derrubar o governo sandinista e dominar o país.

Por Socorro Gomes*

Continue lendo “Nos 40 anos da Revolução Sandinista, a luta do povo nicaraguense segue atual”

ONU: Demolição de casas palestinas por Israel viola direito humanitário internacional

Três dirigentes das Nações Unidas afirmaram que a demolição por autoridades israelenses de prédios residenciais na comunidade palestina de Sur Bahir, na Cisjordânia, constitui uma violação do direito humanitário internacional.

Menina palestina na Cisjordânia. A jovem e sua família foram forçadas a abandonar o local onde moravam duas vezes ao longo de 2018. Imagem de arquivo. Foto: UNRWA/Lara Jonasdottir
Menina palestina na Cisjordânia. A jovem e sua família foram forçadas a abandonar o local onde moravam duas vezes ao longo de 2018. Imagem de arquivo. Foto: UNRWA/Lara Jonasdottir
Continue lendo “ONU: Demolição de casas palestinas por Israel viola direito humanitário internacional”

Socorro Gomes: Repudiamos a demolição de lares palestinos e a brutalidade da ocupação israelense; pelo fim da ocupação já!

É com enorme preocupação e alarme que fomos informados de que, após anos de batalha judicial em que residentes do bairro Wadi Hummus, em Sur Baher, Jerusalém Oriental (Palestina ocupada), desafiaram a ocupação israelense, o Ministério da Defesa do estado ocupante mandou cumprir a ordem de demolição de dezenas de residências palestinas neste 22 de julho.

Israeli forces patrol the village of Sur Baher, July 22, 2019.
Sur Baher (Jerusalém Oriental, Palestina), 22/07. Foto: Mussa Qawasma/Reuters

Continue lendo “Socorro Gomes: Repudiamos a demolição de lares palestinos e a brutalidade da ocupação israelense; pelo fim da ocupação já!”

Socorro Gomes: Em solidariedade ao povo saaráui, condenamos a repressão marroquina que vitimou uma jovem e feriu vários manifestantes

IMG-20190722-WA0002Recebemos com grande consternação e revolta a notícia da morte da jovem saaráui Sabah Othman Ahmeida (Injourni), de 24 anos de idade, que foi atropelada por um carro da polícia marroquina durante a repressão brutal de um protesto na capital do Saara Ocidental ocupado, El Aaiun, em 20 de julho.

Continue lendo “Socorro Gomes: Em solidariedade ao povo saaráui, condenamos a repressão marroquina que vitimou uma jovem e feriu vários manifestantes”

Cebrapaz condena repressão marroquina no Saara Ocidental ocupado e lamenta a morte da jovem Sabah Ahmeida

IMG-20190722-WA0002O Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (CEBRAPAZ) soma-se às diversas entidades solidárias ao povo saaráui na mais veemente condenação dos brutais episódios de repressão das manifestações em El Aaiun, capital do Saara Ocidental ocupado pelo Marrocos, em 20 de julho. No episódio, a polícia marroquina atropelou e matou a jovem Sabah Othman Ahmeida (Injourni), de 24 anos de idade, tardando a prestar-lhe atendimento médico. Sabah morreu mais tarde, no hospital.

Continue lendo “Cebrapaz condena repressão marroquina no Saara Ocidental ocupado e lamenta a morte da jovem Sabah Ahmeida”

Entidades baianas aprovam moções em evento rumo à XXIV Convenção Nacional de Solidariedade a Cuba

Decorreu em 30 de maio a etapa estadual da Bahia preparatória para a XXIV Convenção Nacional de Solidariedade a Cuba, que acontece de 20 a 22 de junho em Santos (SP). Em Salvador, o evento foi realizado pela Associação Cultural José Martí (ACJM-BA) e o Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz) e reuniu diversas entidades, com a participação da cônsul de Cuba Milena Zaldivar.

Continue lendo “Entidades baianas aprovam moções em evento rumo à XXIV Convenção Nacional de Solidariedade a Cuba”

Nakba: Nos 71 anos da catástrofe contínua, a Palestina resiste para não desaparecer

Seria lógico afirmar que os direitos nacionais do povo palestino nunca estiveram tão ameaçados. Trump reconheceu Jerusalém como a capital de Israel, a Lei do Estado-Nação desvelou o apartheid a quem ainda não o via, Netanyahu foi reeleito prometendo mais colônias e as potências seguem negligentes diante do asfixiante cerco a Gaza e dos crimes cotidianos na Palestina ocupada, apelando por um desfecho negociado, como se tratassem de um conflito cujo fim depende da “vontade das partes”. Mas nos 71 anos da Nakba, sabemos: este é o projeto e nenhum acordo mediado pelos EUA corrigiria tal tragédia.

Por Moara Crivelente*

Continue lendo “Nakba: Nos 71 anos da catástrofe contínua, a Palestina resiste para não desaparecer”

CMP 70 anos: Diante das ameaças, a luta pela paz se fortalece na unidade

Em 21 de abril, o Conselho Mundial da Paz celebra seus 70 anos de existência. Sempre lutou contra a guerra, denunciou o sistema imperialista e cultivou a solidariedade entre os povos e a unidade com as forças democráticas e amantes da paz. O CMP, as organizações que dele fazem parte e entidades amigas priorizam o fortalecimento da unidade e a amplitude de sua ação para enfrentar as crescentes ameaças, na luta pela paz.

Por Socorro Gomes*

Continue lendo “CMP 70 anos: Diante das ameaças, a luta pela paz se fortalece na unidade”

Descolonização do Saara Ocidental: Uma perspectiva saaráui da solução

A ocupação marroquina do Saara Ocidental continua sendo o último caso de descolonização da África. O exército marroquino invadiu o território em 31 de outubro de 1975 apesar de uma clara decisão emitida pelo Tribunal Internacional de Justiça poucos dias antes, em 16 de outubro do mesmo ano.[1] Em 6 de novembro de 1975, o Marrocos organizou o que chamou de “Marcha Verde” para oficialmente invadir o norte do Saara Ocidental, levando 350 mil colonos marroquinos para o território, com a cumplicidade da Espanha, a potência colonial no território desde 1884.

Por Malainin Lakhal*

Continue lendo “Descolonização do Saara Ocidental: Uma perspectiva saaráui da solução”

Socorro Gomes: Demandamos rechaço internacional inequívoco à decisão de Trump sobre as Colinas de Golã sírias

A presidenta do Conselho Mundial da Paz, Socorro Gomes, emitiu nesta terça-feira (26) nota de repúdio à ordem executiva assinada pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em que reconhece a soberania israelense sobre o território sírio ocupado por Israel desde 1967, as Colinas de Golã. Trump oficializou o reconhecimento de forma unilateral e ilegítima na segunda (25), mais uma de várias medidas ofensivas contra a Síria às quais o movimento internacional da paz tem se oposto resolutamente. Leia a nota de Socorro a seguir:

Resultado de imagem para syria golan

Continue lendo “Socorro Gomes: Demandamos rechaço internacional inequívoco à decisão de Trump sobre as Colinas de Golã sírias”

União da Juventude Saaráui emite apelo pela proteção da população sob ocupação marroquina

O Deparamento de Relações Internacionais da União da Juventude de Saguía el-Hamra e Río de Oro (UJSARIO) lançou uma nota à imprensa nesta segunda-feira (22) em que apela à Organização das Nações Unidas pela proteção dos saaráuis sob ocupação militar do Marrocos, no Saara Ocidental, e às entidades solidárias que lancem campanhas para denunciar a situação. Diversas entidades de todo o mundo se manifestaram. Reagindo à brutal repressão de manifestações em várias cidades desde 19 de julho, que resultou na morte de uma jovem e na detenção de dezenas de outros ativistas, a UJSARIO denuncia violações dos direitos humanos e do cessar-fogo entre Marrocos e a Frente POLISARIO, pendente da realização de um referendo pela autodeterminação saaráui. Leia o texto a seguir:

Continue lendo “União da Juventude Saaráui emite apelo pela proteção da população sob ocupação marroquina”