Tag: Discursos e declarações

Conselho Mundial da Paz rechaça violação do cessar-fogo pelo Marrocos no Saara Ocidental

Centenas de entidades e personalidades já aderiram a notas de repúdio à decisão do Marrocos de violar o cessar-fogo no Saara Ocidental, lamentando a incapacidade da missão da ONU no local de garantir o acordo e implementar seu mandato pelo referendo de autodeterminação do povo saarauí, para encerrar a ocupação do território pelo Marrocos. O Conselho Mundial da Paz (CMP) e a rede latino-americana de entidades solidárias, que o Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz) integra, também emitiram declarações.

Continue lendo “Conselho Mundial da Paz rechaça violação do cessar-fogo pelo Marrocos no Saara Ocidental”

Conselho Mundial da Paz: reunião regional discute reforço da luta anti-imperialista

Entidades filiadas ao Conselho Mundial da Paz (CMP) que fazem parte da Regional América reuniram-se de forma virtual nesta quarta-feira (14), sob a coordenação do Movimento Cubano pela Paz e a Soberania dos Povos (MovPaz), entidade presidida por Silvio Platero. Silvio Platero aproveitou a ocasião para agradecer ao CMP por ter feito uma indicação oficial ao Comitê Norueguês do Prêmio Nobel em favor das Brigadas Henry Reeve para o Nobel da Paz de 2021.

Continue lendo “Conselho Mundial da Paz: reunião regional discute reforço da luta anti-imperialista”

Cebrapaz saúda o povo saarauí pela unidade nacional em prol da libertação

O povo saarauí comemora nesta segunda-feira (12) os 45 anos da unidade nacional em torno da estratégia de libertação do Saara Ocidental, primeiro do jugo colonial espanhol e, desde 1975, da ocupação marroquina, persistente até hoje. Homenageando a valentia do povo saarauí na luta por independência, o Cebrapaz divulga a declaração firmada pelo presidente Jamil Murad, reforçando sua solidariedade. Leia o texto a seguir:

Continue lendo “Cebrapaz saúda o povo saarauí pela unidade nacional em prol da libertação”

Conselho Mundial da Paz pede diálogo para sanar tensões Azerbaijão-Armênia

O conflito em Nagorno-Karabakh, entre Armênia e Azerbaijão, no sul do Cáucaso, arrasta-se desde a dissolução da União Soviética e ficou “congelado” desde o cessar-fogo de 1994, após confrontos que provocaram a morte de milhares de pessoas. Entre frequentes escaladas, em julho de 2020, 16 pessoas morreram e as hostilidades diminuíram, mas neste fim de semana, as tensões ressurgiram. Na possibilidade de retorno à guerra, o Conselho Mundial da Paz (CMP) emite um apelo, nesta segunda-feira (28), por diálogo e contra a ingerência externa. Leia a seguir:

Continue lendo “Conselho Mundial da Paz pede diálogo para sanar tensões Azerbaijão-Armênia”