Síria acusa Hillary Clinton de interferir em assuntos internos

O ministério sírio das Relações Exteriores criticou nesta terça-feira (12) as declarações da secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, e afirmou que representam uma “interferência nos assuntos sírios”. “A Síria denuncia energicamente as declarações da secretária de Estado norte-americana, que constituem uma demonstração adicional da interferência flagrante dos Estados Unidos em assuntos internos sírios”, afirma o ministério em um comunicado.

Na segunda-feira, Hillary afirmou que o presidente sírio Bashar al-Assad comete um “erro” se acredita que ser “indispensável”, depois que manifestantes partidários da Síria protestaram contra a embaixada dos Estados Unidos em Damasco.

“O presidente Assad não é indispensável”, disse a chefe da diplomacia americana. “Nosso objetivo é que se cumpra a vontade democrática do povo sírio”. Assad “perdeu legitimidade, fracassou em cumprir suas promessas, buscou e aceitou a ajuda do Irã (…) para reprimir seu povo”, completou Hillary.

Manifestantes partidários da Síria protestaram na segunda-feira contra as embaixadas de Estados Unidos e França em Damasco, para denunciar a visita de seus respectivos embaixadores à cidade rebelde de Hama (centro), provocando a fúria de Washington e Paris.

Os embaixadores dos Estados Unidos e da França em Damasco, Robert Ford e Eric Chevallier, viajaram na semana passada a Hama, em visitas separadas e não coordenadas, provocando a ira das autoridades locais.

 Da Redação do Vermelho, com agências

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s