Brasil mantém fechados portos às Malvinas

O ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, garantiu ontem ao chanceler argentino Héctor Timerman que o Brasil manterá a decisão recente de não aceitar em seus portos de navios com a bandeira das Ilhas Falklands, Malvinas para a Argentina. O acordo foi feito na última reunião do Mercosul, em Montevidéu, entre Argentina, Brasil, Uruguai e Chile.

O chanceler britânico, William Hague, depois de uma visita ao Uruguai, disse ao Parlamento britânico que ouviu do governo uruguaio que navios com a bandeira vermelha que representa os territórios além-mar do Grã-Bretanha, ou “outras bandeiras nacionais”, seriam aceitas pelos países sul-americanos. Para os argentinos, a declaração soou como uma provocação, já que outras bandeiras poderiam incluir a das Falklands. Patriota confirmou rapidamente a Timerman a posição brasileira. Chile e Uruguai também se manifestara da mesma forma.

De Brasília,  Lisandra Paraguassu  
O Estado de S.Paulo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s