EUA vetarão proclamação do Estado da Palestina

Os Estados Unidos manifestam-se contra as tentativas da Autoridade Nacional Palestina no sentido de reconhecimento da independência pela ONU, podendo recorrer ao direito de veto, anunciou nesta segunda-feira 916) o embaixador dos EUA em Israel, Daniel Shapiro.

Ao usar da palavra num colégio na cidade de Netanya, Shapiro disse “não haver soluções fáceis” para a pacificação no Oriente Médio.

De acordo com instruções recebidas pelo seu governo, aos palestinos convém “retomar as conversações” com Israel sem condições prévias e em conformidade com os “princípios” ditados pelo presidente norte-americano, Barack Obama.  

Os palestinos deixaram as negociações de lado após Israel ignorar acordos e pedidos acertados com a parte palestina. O último ato foi dar prosseguimento à construção ilegal de casas nos assentamentos em territórios ocupados da Palestina.  

Greve de fome  

Cerca de 1600 palestinos aprisionados em Israel declararam uma greve de fome que se iniciará terça-feira (17), informou o governo israelense.  

Os presos exigem o fim das detenções administrativas e o uso de celas individuais, bem como a permissão de visitas dos familiares residentes na faixa de Gaza. A greve terá início no Dia dos Prisioneiros.

Do Vermelho, com informações da Voz da Rússia

Deixe uma resposta