CMP fortalece luta dos povos pela paz no continente

“Fortalecer a luta pela paz, contra as guerras e pela integração dos povos”, estes foram os principais assuntos debatidos durante a reunião continental do Conselho Mundial da Paz (CMP) e da 6ª Conferência Continental pela Paz e os Direitos Humanos realizada de 9 a 13 de abril em Moca, na República Dominicana

A reunião continental juntou organizações da Argentina, Brasil, Canadá, Chile, Colômbia, Cuba, Estados Unidos, Jamaica, México, Peru e Venezuela que puderam debater com autoridades locais, professores, estudantes e membros da sociedade civil sobre a paz na região.

A delegação brasileira, composta pela presidenta do Conselho Mundial da Paz (CMP), Socorro Gomes e pelos representantes dos núcleos do Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz) de São Paulo e Brasília, Thomas Toledo e Marcos Tenório, respectivamente, foi recebida pelo presidente da União dos Jornalistas pela Paz, Juan Pablo Acosta.

“Aproveitamos para intensificar campanhas contra as guerras e de solidariedade aos povos (…) definimos estratégias para fortalecer organizações do CMP no continente”, sublinhou Socorro Gomes.

A 6ª Conferência Continental pela Paz e os Direitos Humanos prestou uma homenagem aos venezuelanos ao nomeá-la como presidente Hugo Chávez Frías. “Para nós, ele [Chávez] é um herói de todo o continente latino-americano, que defendeu a nossa segunda independência”, destacou Socorro.

Solidariedade

Em solidariedade à marcha histórica multitudinária que ocorreu no dia 9 de abril na Colômbia em apoio aos diálogos de paz que se realizam entre o governo de Juan Manuel Santos e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) para acabar com mais de 50 anos de conflito armado naquele país, foi emitida uma moção em solidariedade aos colombianos, e também uma convocatória para o Fórum Social pela Paz na Colômbia, que ocorrerá de 24 a 26 de maio em Porto Alegre.

A conferência também denunciou a crescente escalada de provocações dos Estados Unidos contra a República Popular Democrática da Coreia (RPDC) “Apelamos às partes envolvidas que busquem o caminho da paz, a melhor solução para os povos da Península Coreana”, diz a moção.

Durante o evento Socorro Gomes foi homenageada por sua atuação no Conselho Mundial da Paz, pela Câmara dos Deputados da República Dominicana e também pela União dos Jornalistas pela Paz.

Os delegados participantes acordaram continuar a luta pela paz mundial e soberania dos povos e a denúncia ao imperialismo e a proliferação das bases militares na região, assim como a 4ª Frota dos Estados Unidos, a luta contra a posse e o uso de armas nucleares, a defesa da soberania das Malvinas, promover ações em prol da libertação dos 5 antiterroristas cubanos e o fim do bloqueio à ilha, entre outras ações que visam a paz.

Da Redação do Cebrapaz 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s