Começa em Foz do Iguaçu Convenção de Solidariedade a Cuba

A atividade realizada em parceria entre Brasil e Cuba tem como principal missão estreitar laços entre os países e fortalecer o processo de integração dos povos. Foz do Iguaçu, terra das Cataratas, região trinacional (Brasil, Argentina e Paraguai) e dona da maior usina hidrelétrica do mundo serve de palco para a convenção. O evento acontece entre os dias 13 e 15 de junho.

Um dos destaques da manhã desta quinta-feira (13) foi a palestra da presidenta do Conselho Mundial da Paz e do Cebrapaz, Socorro Gomes. Ela discursou sobre a base naval de Guantânamo, território cubano ocupado ilegalmente pelos Estados Unidos.

Socorro fez uma série de denúncias e ressaltou a importância da solidariedade entre os povos para a integração latino-americana e caribenha. “A base em Guantânamo tem dois objetivos claros: controle e vigilância”, segundo ela, atualmente os Estados Unidos tem cerca de mil bases militares espalhadas pelos oceanos e mares mundo a fora. E uma quantidade incontável de armamentos “inteligentes”, como mísseis e aviões não tripulados, por exemplo.

Aproximadamente 70% de todas as mercadorias que circulam no mundo, o fazem através dos mares, de tal forma que são controladas pelos Estados Unidos. Um país que, segundo a pacifista, está em decadência, mas ainda assim, longe de perder força bélica.

Em contrapartida, o povo cubano mantém sua soberania nacional sem grandes aparatos bélicos. Cuba enfrenta, diariamente, a maior potência militar do mundo, mesmo sem ter uma estrutura militar que sequer seja próxima à estadunidense. E ainda assim, é um país soberano que conta, atualmente, com o melhor sistema de saúde do mundo. “Cuba avançou em muitos setores de vida e hoje é desenvolvida até mais que os Estados Unidos, como no sistema de saúde ou o cuidado com as crianças”, disse.

De acordo com Socorro, o tamanho interesse estadunidense por Cuba é extremamente estratégico, afinal, o Caribe é a porta para toda a América Latina, continente com inúmeras riquezas naturais e energéticas. Desta forma, a presidenta do Cebrapaz defendeu a importância de lutar pela integração de todos os povos da América Latina e Caribe, e manter a soberania dos países. “Temos gana de derrotar o império e ser um povo livre e independente. Viva Cuba, Viva a integração dos povos”, encerrou.

No primeiro dia de Convenção, acontece uma série de painéis, palestras e debates, ministrados e moderados por integrantes de movimentos sociais latino-americanos e caribenhos. Para mais informações sobre a programação, acesse: http://www.convencaonacionalcubabrasil.org.

O evento também pode ser acompanhado em tempo real através do Twitter com a hashtag #CubaBrasil.

De Foz do Iguaçu,
Mariana Serafini  

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s