Comitê pela independência do Saara Ocidental é criado na Bahia

Foi lançado na quinta-feira (26) o Comitê pela Independência do Saara Ocidental (República Árabe Saaráui Democrática – RASD), em Salvador (BA), por iniciativa do Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz) e da Associação Cultural José Martí – Bahia. O ato foi precedido do ciclo de palestras em universidades e do encontro do representante da Frente Popular para a Libertação de Saguía el-Hamra e Río de Oro (Polisario), Emboirik Ahmed, com sindicalistas e representantes do movimento social baiano.

O encontro com o movimento sindical e social ocorreu dias antes na sede do Sindicato dos Trabalhadores em Educação – Associação dos Professores Licenciados do Brasil (APLB). O representante da Polisario no Brasil falou do histórico da luta pela descolonização do Saara Ocidental (antiga colônia e província espanhola) e da luta travada contra a ocupação do território pelo Reino do Marrocos, desde 1975.

A ocupação levou ao refúgio no deserto argelino quase 200 mil pessoas — que aí esperam há quatro décadas pelo cumprimento da promessa de autodeterminação — e ao ambiente de perseguição e opressão enfrentado pelos que permaneceram no território ocupado, sofrendo graves violações dos direitos humanos e discriminação diariamente.

O comitê tem como objetivos iniciais a promoção de uma campanha de divulgação da RASD (proclamada em 1976 pelo povo saaráui, reconhecida por cerca de 80 países) e de sua luta pela independência através de palestras, televisão e jornais dos sindicatos; denúncia dos crimes do Marrocos contra o povo saaráui e a campanha pelo reconhecimento da República Saaráui pelo Brasil.

Foto: PCdoB-BA

 

Inicialmente com projeção estadual, o comitê deverá se transformar em uma iniciativa nacional, com a incorporação de outras entidades sociais. São parte do comitê, atualmente:

– Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz)
– Associação Cultural José Martí – Bahia
– Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB)
– Sindicato dos Trabalhadores em Educação – Associação dos Professores Licenciados do Brasil (APLB)
– Sindicato dos Metalúrgicos da Bahia (STIM-BA)
– Sindsaúde – Sindicato dos Profissionais da Saúde do Estado da Bahia
– SINDISEPS – Sindicato dos Servidores da Prefeitura de Salvador
– Sindicato dos Metalúrgicos de Jacobina
– FETRAB – Federação dos Trabalhadores do Estado da Bahia
– SINDIBEB – Sindicato de Bebidas do Estado da Bahia
– Federação de Alimentos e Bebidas da Bahia
– UEB – União dos Estudantes da Bahia,
– UBM – União Brasileira de Mulheres
– Vereadora Marta Rodrigues (Partido dos Trabalhadores, Salvador).

Leia também: 

Contra o muro do silêncio: Saaráuis resistem à ocupação e à negligência

Diversos países demandam descolonização do Saara Ocidental à ONU; ativistas e presidente Brahim Ghali denunciam negligência

Uma centena de organizações apelam à Cruz Vermelha por proteção aos prisioneiros saaráuis

Conselho Mundial da Paz submete apelo à ONU pela proteção das crianças saaráuis sob ocupação marroquina