Categoria: África

Saara Ocidental: Tribunal Europeu reconhece ilegalidade de acordo comercial com Marrocos

O Tribunal Geral da União Europeia emitiu decisão nesta quarta-feira (29) considerando ilegal acordo comercial da União Europeia com o Marrocos que inclui o expólio de recursos do Saara Ocidental. O território, listado como pendente de descolonização, é ocupado pelo Marrocos desde 1975. Por queixa apresentada pela Frente Popular de Libertação de Saguía el-Hamra e Río de Oro (Polisario), sentença similar havia sido emitida em 2016 pelo Tribunal de Justiça, mas driblada pela Comissão Europeia, cujas decisões foram agora anuladas. A Frente Polisario considera esta uma “vitória fulcral” e estratégica em nota reproduzida abaixo, já que outras questões centrais para a luta por libertação nacional do povo saarauí ficam esclarecidas. O representante da Frente Polisario no Brasil Emboirik Ahmed Omar comenta, em duas partes. Assista a primeira parte:

Continue lendo “Saara Ocidental: Tribunal Europeu reconhece ilegalidade de acordo comercial com Marrocos”

TV Cebrapaz: Representante da Frente Polisario aborda luta pela libertação do Saara Ocidental

A TV Cebrapaz recebeu nesta sexta-feira (9/7) o Representante da Frente Polisario no Brasil, Emboirik Ahmed, para comentar com os diretores do Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz Moara Crivelente e Sayid Marcos Tenório a encruzilhada do povo saarauí na luta pela libertação nacional. Em 2020, o fim do cessar-fogo com o Marrocos levou os saarauís a retomar a luta armada, mas é preciso recordar as três décadas sem avanço na implementação do direito do povo saarauí à autodeterminação, uma reivindicação de quase 60 anos. Acompanhe:

Continue lendo “TV Cebrapaz: Representante da Frente Polisario aborda luta pela libertação do Saara Ocidental”

Conselho Mundial da Paz expressa apoio à ativista Sultana Khaya e à luta do povo saarauí

O Secretariado do Conselho Mundial da Paz (CMP) emitiu nesta quinta-feira (22) uma nota de apoio à ativista saarauí Sultana Khaya, que tem sido alvo de assédio pelas forças de ocupação marroquinas no Saara Ocidental. O território saarauí está ocupado pelo Marrocos desde 1975 e os engajados na luta por libertação nacional, como Sultana, são constantemente perseguidos e agredidos pelas forças marroquinas. Por isso, o CMP também pede à ONU que implemente o direito do povo saarauí à autodeterminação e independência e proteja os seus direitos humanos enquanto persiste a ocupação marroquina. Leia a nota a seguir.

Continue lendo “Conselho Mundial da Paz expressa apoio à ativista Sultana Khaya e à luta do povo saarauí”