Categoria: Colonialismo

Socorro Gomes: Em solidariedade ao povo saaráui, condenamos a repressão marroquina que vitimou uma jovem e feriu vários manifestantes

IMG-20190722-WA0002Recebemos com grande consternação e revolta a notícia da morte da jovem saaráui Sabah Othman Ahmeida (Injourni), de 24 anos de idade, que foi atropelada por um carro da polícia marroquina durante a repressão brutal de um protesto na capital do Saara Ocidental ocupado, El Aaiun, em 20 de julho.

Continue lendo “Socorro Gomes: Em solidariedade ao povo saaráui, condenamos a repressão marroquina que vitimou uma jovem e feriu vários manifestantes”

Cebrapaz condena repressão marroquina no Saara Ocidental ocupado e lamenta a morte da jovem Sabah Ahmeida

IMG-20190722-WA0002O Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (CEBRAPAZ) soma-se às diversas entidades solidárias ao povo saaráui na mais veemente condenação dos brutais episódios de repressão das manifestações em El Aaiun, capital do Saara Ocidental ocupado pelo Marrocos, em 20 de julho. No episódio, a polícia marroquina atropelou e matou a jovem Sabah Othman Ahmeida (Injourni), de 24 anos de idade, tardando a prestar-lhe atendimento médico. Sabah morreu mais tarde, no hospital.

Continue lendo “Cebrapaz condena repressão marroquina no Saara Ocidental ocupado e lamenta a morte da jovem Sabah Ahmeida”

Descolonização do Saara Ocidental: Uma perspectiva saaráui da solução

A ocupação marroquina do Saara Ocidental continua sendo o último caso de descolonização da África. O exército marroquino invadiu o território em 31 de outubro de 1975 apesar de uma clara decisão emitida pelo Tribunal Internacional de Justiça poucos dias antes, em 16 de outubro do mesmo ano.[1] Em 6 de novembro de 1975, o Marrocos organizou o que chamou de “Marcha Verde” para oficialmente invadir o norte do Saara Ocidental, levando 350 mil colonos marroquinos para o território, com a cumplicidade da Espanha, a potência colonial no território desde 1884.

Por Malainin Lakhal*

Continue lendo “Descolonização do Saara Ocidental: Uma perspectiva saaráui da solução”

Demasiada moderação no rechaço à colonização da Palestina por Israel

Repetimos: a colonização da Palestina por Israel não é um “conflito” com “duas partes” simetricamente responsáveis por “escaladas de violência”. A violência na Palestina ocupada por Israel é estrutural, sistêmica, epistêmica e contínua, embora a atenção global só retorne àquela região e àquele povo resistente quando há mortes. Muitas mortes. Nesta segunda-feira (2), no Conselho de Direitos Humanos da ONU, a “situação na Palestina” merecia mais contundência. E ela não veio do Brasil.

Por Moara Crivelente*, de Genebra

Continue lendo “Demasiada moderação no rechaço à colonização da Palestina por Israel”