Categoria: Colonialismo

Entidades, parlamentares e intelectuais denunciam a condenação de saráuis pelo Marrocos

Mais de 140 associações, parlamentares, partidos, intelectuais e outras organizações de ao menos 15 países já aderiram à declaração que repudia a condenação de 23 saráuis pelo Reino do Marrocos, anunciada em julho, após anos de um julgamento falsário, repleto de irregularidades e deliberadamente protelado. A iniciativa é da Associação Equatoriana de Amizade com o Povo Saráui e foi endossada pelo Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz). O texto conclui exigindo o fim da ocupação do Saara Ocidental pelo Marrocos e será entregue ao Comitê da ONU para a Descolonização (“Comitê dos 24”). Adesões devem ser enviadas à Associação Equatoriana (asoecuatorianasaharaui@gmail.com). Leia a seguir:

Continue reading “Entidades, parlamentares e intelectuais denunciam a condenação de saráuis pelo Marrocos”

Conselho Mundial da Paz apela ao reforço do apoio ao povo palestino contra a ocupação israelense

{English}

O Secretariado do Conselho Mundial da Paz (CMP), órgão de que o Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (CEBRAPAZ) faz parte, emitiu nesta terça-feira (25) uma nota de solidariedade ao povo palestino na mais recente intensificação da violência na Palestina ocupada. As forças israelenses conduzem uma operação provocativa, invadindo vilas, revistando casas, detendo pessoas arbitrariamente e até já matando manifestantes. O CMP enfatiza que a principal causa da violência na Palestina é a ocupação militar israelense e insta os movimentos solidários a reforçar o apoio à luta do povo palestino por libertação. Leia o texto a seguir.

Continue reading “Conselho Mundial da Paz apela ao reforço do apoio ao povo palestino contra a ocupação israelense”

President of the World Peace Council rejects the sentences imposed by Morocco against Saharawi activists

{Português} Reacting to news of the extreme sentences imposed by the Moroccan authorities against a group of Saharawi activists (which include life imprisonment), the President of the World Peace Council, Socorro Gomes, has issued a statement this Sunday (23) to strongly reject the persecution of the activists and to call for the end of the occupation of Western Sahara by the Kingdom of Morocco. The entire trial had been rejected by various entities that dennounced its arbitrariness and the ill-treatment suffered by the prisoners. Read Socorro Gomes’ statement below:

Continue reading “President of the World Peace Council rejects the sentences imposed by Morocco against Saharawi activists”

Presidenta do Conselho Mundial da Paz rechaça as penas impostas pelo Marrocos a ativistas saráuis

{English}

Reagindo à notícia das graves sentenças impostas pelas autoridades marroquinas a um grupo de ativistas saráuis, inclusive a prisão perpétua, a presidenta do Conselho Mundial da Paz, Socorro Gomes, emitiu neste domingo (23) uma nota de repúdio à perseguição dos ativistas e de apelo ao fim da ocupação do Saara Ocidental pelo Reino do Marrocos. O processo vinha sendo rechaçado por diversas entidades que denunciaram suas arbitrariedades e os maus-tratos que os prisioneiros sofrem. Leia a nota de Socorro Gomes:

Continue reading “Presidenta do Conselho Mundial da Paz rechaça as penas impostas pelo Marrocos a ativistas saráuis”

Socorro Gomes: In condemnation of the Israeli occupation’s provocations, Free Palestine!

The president of the World Peace Council, Socorro Gomes, has issued a statement on Sunday (23) emphasizing the unsustainability of the Israeli occupation of Palestine in the period of more tensions provoked by Israel’s offensive advances. Last week, Israeli authorities imposed new measures of control on visitors to the al-Aqsa Mosque’s compound in Jerusalem and of repression of Palestinians in the occupied territory. Palestinian President Mahmoud Abbas declared on Friday (21) the suspension of communication with Israeli Prime Minister Benjamin Netanyahu. Read Socorro’s statement below:

Continue reading “Socorro Gomes: In condemnation of the Israeli occupation’s provocations, Free Palestine!”