Categoria: Colonialismo

Em semana de votações na ONU e protestos na Palestina, EUA seguem evidenciando seu papel

Como esperado, na segunda-feira (18), apenas os EUA vetaram a resolução proposta pelo Egito ao Conselho de Segurança das Nações Unidas para anular o reconhecimento de Jerusalém como a capital de Israel, anunciado pelo presidente estadunidense Donald Trump no início do mês. Mas o esforço por dar resposta à medida unilateral do aliado de Israel continua. Na terça (19), 176 membros aprovaram na Assembleia Geral uma resolução pelo direito do povo palestino à autodeterminação e, nesta quinta (21), devem votar uma resolução semelhante à proposta ao Conselho de Segurança.

Confrontos são frequentes no posto de controle militar israelense em Calândia, Palestina Ocupada. Foto: Ahmad Gharabli/AFP/Getty Images, setembro de 2011.

Continue reading “Em semana de votações na ONU e protestos na Palestina, EUA seguem evidenciando seu papel”

Comitê palestino apela pelo reforço do apoio à luta contra a ocupação israelense

Membro do Conselho Mundial da Paz (CMP), neste sábado (9), o Comitê Palestino pela Paz e a Solidariedade (PCPS, na sigla em inglês) chamou amigos e solidários a reforçar, na prática, o apoio à luta do povo palestino contra o colonialismo e a ocupação israelense, pelo estabelecimento efetivo de um Estado livre e soberano. O apelo foi feito após a decisão do presidente estadunidense Donald Trump de reconhecer unilateralmente Jerusalém como a capital do Estado de Israel. Leia o apelo a seguir:

Continue reading “Comitê palestino apela pelo reforço do apoio à luta contra a ocupação israelense”

Palestina: Trump procura cumprir promessa inaceitável de transferir embaixada dos EUA em Israel a Jerusalém

Promessa de campanha feita ao lobby sionista, o presidente Donald Trump busca formas de realizar a provocativa mudança da Embaixada estadunidense em Israel de Tel Aviv para Jerusalém. Reconheceria assim a cidade histórica como a capital israelense, na contramão do dito “consenso internacional” sobre uma solução para o conflito regional. Em nota deste domingo (3), o secretário-geral da Organização para a Libertação da Palestina (OLP) Saeb Erakat afirma que a medida colocaria em causa o papel de “mediador”, que os EUA alegam desempenhar.

Continue reading “Palestina: Trump procura cumprir promessa inaceitável de transferir embaixada dos EUA em Israel a Jerusalém”

Representante saaráui participa de atividades em universidades e sindicato acompanhado do Cebrapaz-BA

O representante da Frente para a Libertação de Saguía el-Hamra e Río de Oro (Frente Polisario) no Brasil, Emboirik Ahamed, participou de diversas atividades na Bahia, acompanhado da coordenadora do núcleo baiano do Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz-BA), Maria Ivone Santana Souza, do presidente nacional Antônio Barreto e da vice-presidenta Jussara Cony. Em universidades e no sindicato de professores, Ahamed abordou a luta do povo saaráui por autodeterminação em eventos entre 16 e 18 de outubro.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Continue reading “Representante saaráui participa de atividades em universidades e sindicato acompanhado do Cebrapaz-BA”

Uma centena de organizações apelam à Cruz Vermelha por proteção aos prisioneiros saaráuis

Uma carta dirigida na segunda-feira (9) ao Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV), apelando pela proteção dos prisioneiros saaráuis, foi assinada por 101 entidades de todo o mundo. A carta, elaborada pela Associação Americana de Juristas e o Birô Internacional pelo Respeito aos Direitos Humanos no Saara Ocidental, destaca as violações da Quarta Convenção de Genebra (1949) pelo Reino do Marrocos e pede ao CICV, designado pelos 196 Estados-parte como guardião, que garanta o respeito às convenções, focando no caso dos ativistas do acampamento pacífico de Gdeim Izik. Leia o texto a seguir (em espanhol), endossado pelo Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz) e pelo Conselho Mundial da Paz:

Continue reading “Uma centena de organizações apelam à Cruz Vermelha por proteção aos prisioneiros saaráuis”