Obama não transformou discurso em ação, diz líder pacifista dos EUA

A ativista norte-americana Jackie Cabasso, coordenadora nos Estados Unidos da organização Prefeitos para a Paz, disse na quarta-feira (7/4), em seminário no Senado, que as promessas pacifistas do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, ainda não se traduziram em ações. A declaração de Jackie foi noticiada pela Rádio Senado, em reportagem de Nara Ferreira.

A pacifista falou na abertura do seminário sobre a Revisão do Tratado de Não-Proliferação de Armas Nucleares, realizada na manhã desta quarta-feira (7) no auditório do Interlegis, programa de modernização e integração do Poder Legislativo. Ela lamentou que ainda haja armas nucleares no mundo e advertiu que o país ser detentor de um arsenal não é uma garantia de segurança.

“Armas nucleares são perigosas nas mãos de qualquer um”, alertou Jackie Cabasso, que também criticou o acordo para redução desse tipo de armamento firmado nesta semana entre os Estados Unidos e a Rússia, por considerá-lo "tímido".

Segundo a ativista, a Guerra Fria já acabou há mais de 20 anos, mas as armas nucleares continuam em seus lugares. "Não podemos ter mais duas décadas sem a eliminação das armas nucleares", afirmou.

O seminário foi promovido pela Comissão de Relações Exteriores do Senado a partir de sugestão do senador Inácio Arruda (PCdoB-CE) e em parceria com o Cebrapaz (Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz). O evento ocorreu um mês antes da realização da 8ª Conferência das Partes de Revisão do Tratado de Não-Proliferação de Armas Nucleares (TNP), marcado para maio, em Nova York.


Com informações da Agência Senado

Deixe uma resposta