Haiti, 1 ano: Cebrapaz presta solidariedade e defende soberania para seu povo

Neste dia 12 de janeiro, rememoramos um ano do trágico terremoto que devastou o Haiti, o primeiro país a proclamar sua independência na América Latina. Frente à calamidade e aos problemas humanitários provocados pelo terremoto, o que vimos foi uma resposta militar.

Hoje, passado um ano dos acontecimentos, as inúmeras vitimas ocasionadas pelo terremoto ainda vivem dias de extrema dificuldade, ampliados na atualidade pelo grave surto de dengue que assola o país caribenho.

Nesta trágica data, rememoramos todos os mortos no terremoto, prestamos nossa sincera solidariedade a todos os familiares das vitimas e a população de um modo em geral.

Reafirmamos ser imprescindível que as grandes potências paguem as dividas históricas que possuem com o país caribenho; de igual modo, reafirmamos uma vez mais que a saída para a crise política e social no Haiti não é militar.

Somente com a reconstrução do Estado democrático haitiano, com o fortalecimento de sua soberania nacional e a participação livre de seu povo no processo de reconstrução é que será possível uma saída digna para o heróico e martirizado povo haitiano.

O terremoto que há um ano devastou a ilha caribenha levou vidas e sonhos, mas não a esperança de construir um Haiti soberano e democrático.

Toda solidariedade ao povo haitiano.

12 de janeiro de 2011

Cebrapaz
Centro Brasileiro de solidariedade aos Povos e Luta pela Paz.

Deixe uma resposta