Cebrapaz recebe a visita do cônsul cubano e reforça solidariedade com o país

A presidente do Cebrapaz, Socorro Gomes, e o secretário-geral da entidade, Rubens Diniz, receberam nesta quinta-feira (24), em São Paulo, a visita do cônsul geral de Cuba no Brasil, Lázaro Méndez. Na ocasião, os dirigentes reforçaram seus laços de solidariedade junto ao povo cubano, enquanto o embaixador fez um breve relato das recentes mudanças pelas quais seu país vem passando.

A visita à sede do Cebrapaz foi uma solicitação do consulado cubano em São Paulo. Para Socorro Gomes, a conversa com Lázaro Méndez foi motivo de alegria, pois Cuba é uma referência para aqueles que lutam pela paz mundial. “Mesmo com a ação imperialista contra seu território, os cubanos mantêm sua unidade em defesa pela pátria”, afirmou.

Segundo o cônsul, a diplomacia cubana faz questão de manter laços estreitos com movimentos sociais como o Cebrapaz. Diante das mudanças econômicas pelas quais Cuba vem passando, ele entende que é necessário manter sempre um diálogo para que essas transformações sejam corretamente compreendidas.

No ano passado, a mídia internacional divulgou com alarde que o governo cubano acabaria com cerca de 500 mil postos de trabalho no país. “Nosso governo está agindo no sentido de estimular o desenvolvimento de pequenos negócios por todo o país”, explicou Méndez, antes de acrescentar que a mudança em curso pretende reorientar boa parte dessa mão de obra para os setores produtivos que a economia do país hoje necessita.

O foco principal das mudanças, de acordo com o embaixador, é tornar a economia cubana sustentável e eficiente, de modo a manter as conquistas sociais da Revolução e corrigir medidas paternalistas do Estado cubano.

Méndez citou como exemplo de recente transformação a produção de leite na Ilha. Até três anos atrás, o país gastava cerca de U$S 40 milhões importando 60% do total necessário para atender toda a população. Hoje, após o incentivo tecnológico e gerencial concedido a pequenos produtores, o governo gasta apenas U$S 10 milhões para importar 22% de sua demanda interna.

Para o cônsul, a questão do abastecimento interno de alimentos passou a ser encarada como algo de segurança nacional. Hoje, já são cerca de 320 mil pequenos produtores, cujo trabalho em grande parte é absorvido pela indústria do turismo do país.

Convenção Nacional

Durante a visita, Lázaro Méndez também se referiu a um grande ato previsto para acontecer em São Paulo, entre os dias 23 a 26 de junho deste ano: a Convenção Nacional de Solidariedade a Cuba.

O ano de 2011 será de grande importância para os cubanos. Em abril será realizado o 6º Congresso do Partido Comunista do país, o primeiro em 13 anos, pautado especialmente pelas mudanças econômica a que Méndez se referiu durante a visita ao Cebrapaz.

Além disso, também em abril serão comemorados os 50 anos da vitória na Batalha da Praia Girón, na qual os cubanos impuseram uma clamorosa derrota à invasão patrocinada pelo governo dos Estados Unidos. Este ano, de acordo com o cônsul, também será decisivo para definir a situação dos Cinco Patriotas Cubanos, presos injustamente em território norte-americano acusados de terrorismo.

“Diante de tais fatos, será de grande importância a realização dessa Convenção”, destacou Méndez. Ainda não há detalhes precisos sobre a organização do evento, para o qual a participação de entidades como o Cebrapaz será fundamental, de acordo com o embaixador.

Socorro Gomes afirmou que o Cebrapaz estará à disposição do consulado cubano para promover o evento. “Iremos mobilizar inclusive nossas organizações nos estados para que essa Convenção ganhe um caráter realmente nacional”, adiantou.  “Tenho certeza de que a partir de discussões como essa e também como o Congresso do Partido, em abril, Cuba fará o necessário para garantir o rumo socialista de sua Revolução e todas as conquistas obtidas nas últimas décadas”, finalizou.

Fernando Damasceno – Cebrapaz

Deixe uma resposta