Entidades mundiais reiteram solidariedade com a Síria

A delegação da Federação Mundial da Juventude Democrática (FMJD) e do Conselho Mundial da Paz (CMP) afirmaram sua solidariedade com o povo sírio diante dos grandes desafios que enfrenta, sobretudo em sua luta contra o intervencionismo imperialista, assinalando que durante o último período, os meios imperialistas tentaram preparar intervenções com a finalidade de justificar a violação da soberania da Síria.

 Em uma coletiva de imprensa realizada na última quarta-feira (25) na sede da União Nacional dos Estudantes Sírios, a presidente do Conselho Mundial da Paz, Socorro Gomes disse que a visita da delegação à Síria lhe permitiu conhecer a verdade sobre o que está acontecendo no país, assinalando que depois da reunião da delegação com representantes de diversos setores da vida política e social, ficou clara a coesão e a unidade do povo sírio para defender seu país contra a intervenção imperialista em seus assuntos internos.

“Nosso papel depois de voltar a nossos países é a divulgação da verdade do que vimos na Síria e desmascarar as campanhas de desinformação que são feitas”, enfatizou.

Igualmente, os membros da delegação do Conselho Mundial da Paz depois de sua reunião com a Secretaria Executiva da Confederação Geral dos Sindicatos dos Trabalhadores, afirmaram que o que está acontecendo na Síria é diferente do que é divulgado pelos meios de comunicação que incitam a ingerência externa nos assuntos internos do país, servindo assim ao sistema sionista-imperialista, cujo interesse é exercer o controle dos recursos naturais da região.

Os membros da delegação disseram que o povo sírio é capaz de superar a crise e resolver seus problemas por si mesmo sem ingerências externas, reafirmando que vão transmitir a seus países a imagem real do que está ocorrendo no país.

Igualmente os membros da delegação condenaram as sanções econômicas impostas à Síria, as quais têm um impacto significativo sobre a vida do povo sírio, em especial os trabalhadores, assim como reafirmaram o direito da Síria à livre determinação longe de qualquer intromissão externa, sob qualquer denominação.

Agência Sana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s