Parlamentares destacam luta do Cebrapaz contra o imperialismo

A 3ª Assembleia Nacional do Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz), realizada em São Paulo, neste final de semana, foi destacada por parlamentares no Congresso Nacional. Por sua vez, o senador Arruda (PCdoB-CE), destacou que a entidade “defende a autodeterminação dos povos e a soberania das nações contra ingerências imperialistas”.

Inácio foi acompanhado pelo deputado Chico Lopes (PCdoB-CE) que, também em discurso no plenário da Câmara, cumprimentou a ex-deputada Socorro Gomes por sua recondução à presidência da entidade. Lopes destacou que, “na aclamada declaração final da assembleia, o Cebrapaz reiterou seu compromisso na luta anti-imperialista”.

Os parlamentares destacaram as decisões aprovadas no evento como moções de solidariedade aos povos em luta, como a Síria, que tem sido vítima de agressões imperialistas e contra a intervenção estrangeira no país; pelo fim do bloqueio a Cuba, pela libertação dos cinco heróis cubanos e a retirada da base militar em Guantânamo.

“O Cebrapaz reafirmou por meio de resolução o compromisso de lutar contra as bases militares estrangeiras na América Latina e Caribe. A assembleia aprovou também moção em favor da criação do Estado palestino e pelo fim da ocupação israelense, assim como uma resolução defendendo o fim da ocupação britânica nas ilhas Malvinas”, salientou Chico Lopes.

A 3ª Assembleia Nacional do Cebrapaz, que contou com representantes dos núcleos da entidade em 15 estados brasileiros, reafirmou o propósito de “ser a expressão organizada do sentimento de solidariedade do povo brasileiro aos povos em luta e na denúncia dos crimes do imperialismo”, destacaram os parlamentares.

O documento final do evento aponta ainda o desafio do Cebrapaz de ser “uma organização de ação de massas e unidade, com núcleos atuantes nos diferentes estados e amplas relações com outras entidades e instituições, buscando desenvolver ações de frente com outros movimentos, é um dos nossos principais desafios, indica o documento”.

Juventude socialista

O senador Inácio Arruda também relatou ter participado, no último sábado (10), do 16º Congresso Nacional da União da Juventude Socialista (UJS), no Rio de Janeiro. O senador comemorou o fato do auditório do Congresso estar lotado, demostrando que parte significativa da juventude brasileira fez a opção pelo socialismo.

Ele enfatizou a importância das entidades juvenis, lembrando que, à época da Assembleia Nacional Constituinte, encontrou o então presidente da UJS, o agora ministro Aldo Rebelo, à frente da luta pelo voto aos 16 anos, conquista que acabou sendo incorporada à nova Constituição Federal.

De Brasília
Márcia Xavier

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s