Cebrapaz repudia intervenção militar no Mali

O Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz, Cebrapaz repudia a intervenção militar francesa no Mali, bem como os movimentos no sentido da retomada de uma política neocolonialista da União Europeia e dos Estados Unidos na África.

Sob o pretexto de enfrentar o terrorismo, o governo de François Hollande obteve o apoio da União Europeia e dos Estados Unidos utilizando-se dos mesmos argumentos que outrora George W. Bush utilizou para invadir o Afeganistão e o Iraque.

Desde a intervenção militar na Líbia via Otan e do patrocínio de mercenários na Síria, a França segue relançando sua escalada imperialista e neocolonialista. Visando obter melhor posicionamento estratégico no controle de recursos como gás natural e petróleo, as tropas francesas se movem para tentar consolidar sua ocupação na África, onde existem grandes reservas de urânio. Ferem, dessa forma, a soberania do povo do Mali e deixam por onde passam um rastro de sangue e destruição.

O Cebrapaz reafirma seu apoio à soberania e autodeterminação do povo do Mali, e se pronuncia em favor da retirada imediata das tropas francesas e dos países aliados da África. É inaceitável que em pleno século 21, sob qualquer pretexto, se retome as políticas colonialista do século 19.

Deixe uma resposta