Movimentos brasileiros declaram apoio a Maduro na Venezuela

Movimentos sociais, partidos políticos e ativistas realizarão na sexta-feira (5), no Sindicato dos Engenheiros de São Paulo, um ato político em memória do presidente Hugo Chávez e em apoio à eleição de Nicolás Maduro e à continuidade da Revolução Bolivariana. A data será marcada por uma série de atos em toda América Latina pois é quando será completado um mês da morte do líder bolivariano.

O evento é realizado pelo Comitê da Campanha Brasil com Chávez está com Maduro e conta com o apoio das seguintes entidades: Foro de São Paulo, Alba Movimentos, PT, PCdoB, MST, Cebrapaz, Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé, Levante Popular da Juventude e Consulta Popular. Os interessados em integrar a lista podem enviar e-mail para o endereço: brasilcomchavez@gmail.com.

Segue a íntegra do manifesto:

Em outubro de 2012 os partidos progressistas, movimentos sociais, ativistas e intelectuais brasileiros se uniram para manifestar apoio à candidatura do presidente venezuelano Hugo Chávez. Foi criada, na época, a campanha Brasil com Chávez. Com a morte dele, uma nova eleição foi convocada para 14 de abril e esta articulação das forças progressistas no Brasil faz-se novamente necessária.

Diante da importância que a Venezuela tem para a América Latina, sobretudo no que diz respeito às políticas de integração que vêm sendo feitas na região, convocamos todos os setores interessados a somar-se à campanha “Brasil com Chávez está com Maduro”. Pois a vitória de Maduro significa a continuidade das políticas e das transformações iniciadas em 1999, com a posse de Hugo Chávez.

No dia 5 de abril, quando se completa um mês da morte de Chávez, serão realizados atos em toda América Latina em sua memória, em defesa da Revolução Bolivariana e em apoio da candidatura Nicolas Maduro.

Maduro representa a continuidade do “Plano Socialista da Nação – 2013 -2019”, aprovado pelo povo quando este, massivamente, votou por Chávez em outubro de 2012. No lançamento da primeira campanha, dissemos: “Se venezuelanos fôssemos, votaríamos em Hugo Chávez”. Agora, diremos: “se venezuelanos fôssemos, votaríamos em Nicolás Maduro”.

Serviço:
Data: Sexta-feira, 5 de abril
Horário: 19h
Local: Sindicato dos Engenheiros no Estado de São Paulo, Rua Genebra, 25 – São Paulo/SP

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s