Palestina Vive 2: Evento em Foz do Iguaçu debate questão palestina com ciclo de cinema

A Cia de Teatro Amadeus, em parceria com o Cebrapaz e com a Comunidade Árabe Palestina, promove o evento Palestina Vive 2: Estética da Autodeterminação, com o 2º Ciclo de Debates e Mostra de Filmes sobre a Palestina, entre os dias 22 e 25 de abril, em Foz do Iguaçu. A primeira edição, em abril de 2013, foi idealizada pelo professor Jorge Anthonio e Silva, docente da Universidade Federal da Integração Latino Americana (Unila), a partir da necessidade premente de debate sobre a questão palestina na região.

 

A organização do evento estima que cerca de 200 palestinos (entre 20 mil árabes) compõem esta comunidade em Foz do Iguaçu, em ligação direta com a luta do seu povo pela autodeterminação contra a ocupação israelense, que nega sistemática e continuamente os direitos mais básicos garantidos pelas normas internacionais, como o direito dos refugiados ao retorno.

A programação do ciclo inclui a exibição de três filmes e documentários sobre a condição palestina atual, com a abertura conduzida pela comunidade palestina local. O cinema é considerado, pelos organizadores, uma forma eficaz e estética de conscientização e educação do público brasileiro sobre a questão palestina, o que deve derivar no debate sobre o seu direito à autodeterminação e à libertação.

No ano passado, o encerramento do ciclo coincidiu com a comemoração de um ano desde que Foz do Iguaçu e Jericó, na Palestina, foram declaradas cidades irmãs, ato que oficializou o intercâmbio cultural, tecnológico, turístico e educacional entre ambas.

Naquele momento, Maria José El Saad, coordenadora geral do evento, disse que a expressiva participação e diversidade foi resultado do envolvimento de várias instituições e movimentos sociais da região no projeto: Unila, Itaipu Binacional, Sociedade Árabe Palestina Brasileira de Foz do Iguaçu, Centro Cultural Beneficente Islâmico de Foz do Iguaçu e Sociedade Beneficente Islâmica de Foz do Iguaçu, Federação Árabe Palestina de Foz do Iguaçu, Cebrapaz, Centro de Direitos Humanos e Memória Popular de Foz do Iguaçu, Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, Fundação Cultural de Foz do Iguaçu, União da Juventude Socialista (UJS), Companhia de Teatro Amadeus, Iguassu Boulevard e a imprensa local.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s