Participação popular na eleição é vitória da Síria, diz Socorro Gomes

A Síria comemora a vitória do povo e a reeleição do presidente Bashar Al-Assad, que recebeu mais de 80% dos votos depositados nas urnas do país, na terça-feira (3). Para Socorro Gomes, presidenta do Conselho Mundial da Paz (CMP), que está na Síria para observar o processo eleitoral, a conquista se dá “num contexto de resistência aos criminosos ataques de hordas de mercenários pagos e dirigidos desde o exterior. É uma forte demonstração de autodeterminação e democracia.”

“Apesar de o voto ser voluntário no país, mais de 70% dos eleitores compareceram às urnas, dando a vitória consagradora ao presidente Bashar Al Assad, com 88% dos votos válidos,” ressalta Socorro Gomes. Com a realização das eleições e a reeleição de Assad, continua, “o povo Sírio diz ao mundo, em alto e bom som, que quem manda em seu destino são os sírios, que a saída para crise criada pela ingerência e a agressão externas está sendo construída com muita unidade e confiança por eles mesmos, tendo por princípio sua soberania.”

Leia também: 
Socorro Gomes: Sírios resistem ao imperialismo e realizam eleições

Os contínuos confrontos e a persistência da violência no país, abalado pela proliferação de grupos paramilitares, mercenários e extremistas que recebem apoio estrangeiro determinante, não impediu os sírios de exigirem seu direito a escolher seu destino.

Ainda nestas condições de grave preocupação securitária e combate contra o terrorismo, mais de 70% da população participou voluntariamente nas eleições, que foram classificadas de justas, transparentes e democráticas pelos representantes de diversos países, entre parlamentares, organizações não governamentais e indivíduos que estão no país para observar o processo, a convite da Assembleia Nacional Síria.

Neste sentido, o próximo passo na defesa da soberania síria, por seu povo e por seus aliados, é garantir o respeito às eleições e aos seus resultados, ao desejo da Síria de resolver, através do diálogo político nacional, o longo conflito e suas consequências devastadoras, sem a contínua ingerência externa.

“Os povos do mundo que querem sinceramente a paz e o respeito nas relações entre nações apoiam decididamente os esforços heroicos que o povo sírio está fazendo, em meio de muitos escombros. Esta é uma vitória não só da Síria, mas de toda a humanidade,” afirma Socorro Gomes.

Fonte: Portal Vermelho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s