Conselho Mundial da Paz manifesta plena solidariedade à Venezuela contra as ameaças do imperialismo

O Conselho Mundial da Paz emitiu uma nota nesta quarta-feira (11/3) em resposta às recentes agressões dos Estados Unidos contra a República Bolivariana da Venezuela. A nota, assinada pela presidenta Socorro Gomes, também foi enviada como carta ao presidente venezuelano, Nicolás Maduro. Leia a íntegra a seguir.

Plena solidariedade à Venezuela e seu povo!

Diante da escalada de eventos agravados pela ingerência do imperialismo estadunidense, manifestamos mais uma vez veementemente, em nome do Conselho Mundial da Paz, o repúdio às agressões contra a República Bolivariana da Venezuela, aos intentos golpistas por parte do imperialismo estadunidense em aliança com a oligarquia e a extrema-direita venezuelana.

O anúncio feito pelo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, das sanções a sete autoridades venezuelanas, considerando que o país sul-americano representaria uma “ameaça incomum à segurança nacional norte-americana”, é mais uma demonstração da desfaçatez e da agressividade do imperialismo. Sua empreitada golpista intensifica-se pelo mundo, mas a Venezuela é um dos pontos centrais neste esforço de derrubada do governo que não se verga aos seus ditames.

Em recente missão de solidariedade ao povo da Venezuela, o Conselho Mundial da Paz pôde presenciar a atual conjuntura e averiguar que, conforme assinalam as autoridades venezuelanas, grande parte do espetáculo do caos não se verifica. Os meios de comunicação conservadores geridos pela oligarquia venezuelana aliaram-se ao imperialismo para promover o terrorismo midiático, enquanto os grupos de extrema-direita encenam um conflito para desestabilizar uma sociedade pacífica, que endossou em ao menos 19 processos eleitorais o processo bolivariano revolucionário.

Saudamos entusiasticamente os discursos do presidente Nicolás Maduro, de 9 e 10 de março. Após verificarmos in loco que o povo venezuelano está unido para enfrentar o golpe e defender as suas importantes conquistas sociais, repetimos as palavras do presidente Maduro: “Esta é a terra de Simon Bolívar, esta é a terra sagrada que não pode ser tocada jamais por botas estrangeiras, imperialistas, e devemos garantir isto com nossa própria vida se for necessário.”

No momento em que é mais grave a ameaça à soberania nacional venezuelana e às conquistas da Revolução Bolivariana, é indeclinável a nossa solidariedade à Venezuela, seu povo e seu governo. Solidariedade que se soma à de toda a América Latina e Caribe, que se manifestam contra a ingerência imperialista e as agressões internas e externas à Venezuela e ao seu processo democrático.

Apoiamos decididamente os reiterados apelos das autoridades venezuelanas pelo diálogo nacional, político e soberano, em defesa das conquistas sociais, do avanço e da solução do conflito interno, sem a ingerência do imperialismo, sempre à espreita para a promoção da sua agenda de saque e dominação.

Igualmente evidencia-se a importância do apelo do presidente Maduro pelo debate nacional com base na história da Venezuela, que, como toda a América Latina, sempre esteve entregue pelas elites no poder aos desmandos do imperialismo. A conquista da soberania, principalmente através da apropriação popular do petróleo, precisa ser dada a conhecer, para a compreensão do que está em jogo.

Em nome do Conselho Mundial da Paz, reafirmamos a plena solidariedade ao povo venezuelano e ao processo bolivariano de libertação nacional, soberania, dignidade e defesa anti-imperialista. Somamo-nos ainda ao apelo de unidade não apenas na Venezuela, mas entre todos os povos na América Latina e no mundo que entendem os efeitos devastadores da ingerência imperialista.

Viva o povo venezuelano e a Revolução Bolivariana!
Fim à ingerência imperialista na América Latina!

Socorro Gomes
Presidenta do Conselho Mundial da Paz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s