Sergipe recebe primeira convenção estadual de solidariedade a Cuba

A Associação Cultural José Martí (ACJM-Sergipe) e o recém-estabelecido núcleo estadual do Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz-Sergipe) realizaram a I Convenção Estadual de Solidariedade a Cuba, no Auditório do Real Hotel Classic, em Aracajú.

Presentes na Convenção estiveram ativistas da solidariedade a Cuba e da luta pela paz no mundo, sindicalistas, estudantes, professores e juventude. O público estava ávido por informações atualizadas sobre a ilha rebelde e pôde ouvir sobre a conjuntura.

Com o documentário Toda Guantánamo é Nossa (clique para assistir, completo), os presentes tiveram a oportunidade de conhecer a dura e cruel realidade do povo de Caimanera, território cubano invadido e ocupado pelos imperialistas estadunidenses há mais de 100 anos, gerando muita indignação.

Laura Pujol, consulesa de Cuba, falou da base militar estadunidense em Guantánamo e da importância de acabar com o bloqueio econômico imposto pelos EUA a Cuba há mais de 50 anos.

Yarisleidis Medina, representante do Instituto Cubano de Amizade com os Povos (ICAP), falou sobre a “Atualização da situação Política, Econômica, Social e Cultural de Cuba”, com informações ricas e detalhes importantes, provocando um debate bastante positivo.

O presidente do Cebrapaz, Antônio Barreto, saudou as entidades irmãs e falou da importância da solidariedade entre os povos em luta pela paz no mundo, e a presidenta da ACJM-Bahia, Ivone Souza, saudou a convenção e as entidades organizadoras recém-estabelecidas e fez o lançamento do livro Ángel, a raiz Galega de FIDEL, da jornalista cubana Katiuscia Blanco, compartilhando exemplares com os presentes.

Adeniton Santos, presidente da Central de Trabalhadoras e Trabalhadores do Brasil em Sergipe (CTB-SE), falou da importância da criação das entidades para desenvolver a luta pela paz e a solidariedade entre os povos, oferecendo apoio às ações futuras.

Ivânia Pereira, presidenta do Sindicato dos Bancários de Sergipe, também se solidarizou com as lutas de apoio a Cuba e com as entidades internacionalistas de Sergipe.

A organização do evento e as informações são de Rosivania Santos, presidente da ACJM-SE, e Durand Noronha, coordenador do núcleo do Cebrapaz–SE.