Trabalhadores discutem a situação dos imigrantes e refugiados em dia de ação da Federação Sindical Mundial

Atendendo ao chamado da Federação Sindical Mundial (FSM), a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) realizou encontros em São Paulo, Bahia e Rio de Janeiro com organizações que atuam na proteção e defesa dos direitos dos refugiados e imigrantes, como o Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz). A atividade ocorre em vários países todos os anos em 3 de outubro, data de fundação da FSM, no chamado Dia Internacional da Ação da classe trabalhadora.

whatsapp image 2017 10 03 at 14.43.49

Todos os anos, nesta data, a entidade organiza atos pelo mundo denunciando as mazelas do capitalismo e do imperialismo contra os povos. Este ano, a data marcou o “Dia internacional de ação pelos imigrantes e refugiados – as lutas comuns contra a pobreza e as guerras”.

O coordenador executivo do Centro de Direitos Humanos e Cidadania do Imigrante (CDHIC), Paulo Illes, fez uma palestra sobre o assunto no evento desta terça-feira (3) em São Paulo, no Sindicato dos Marceneiros, e destacou a importância do debate entre o movimento sindical.

O evento contou com a participação do representante da União Social dos Imigrantes Haitianos (USIH), Tierry, que contou sobre sua experiência  e destacou a importância da solidariedade internacional com os imigrantes e refugiados.

tierre haitianos

Representando o deputado Orlando Silva, que foi relator da nova lei de migração, o assessor Rodrigo de Carvalho destacou a necessidade de garantir os direitos trabalhistas aos imigrantes para impedir que sejam vítimas de exploração.

A secretária de Imprensa e Comunicação, Raimunda Gomes representou a central na atividade. Ela informou que o Fórum Nacional das Mulheres Trabalhadoras das Centrais Sindicais (FNMT), do qual a CTB faz parte, discute a questão. A secretária a Mulher da CTB São Paulo, Gicéli Bitencourt e o diretor do sindicato dos Marceneiros, Pedro Mesquista também integraram a mesa.

Na Bahia,  a Federação Latino Americana dos Trabalhadores da Construção, Madeira e Materiais de Construção (Flemacon) organizou uma atividade em parceria com o Cebrapaz, representado pelo presidente Antônio Barreto na mesa.

fsm bahia ctb

No Rio de Janeiro, os sindicalistas também lembrarm a data durante marcha contra privatizações que ocorre desde a manhã de hoje e conta com a presença de diversas categorias. O presidente da CTB-RJ, Paulo Farias representa a central.

whatsapp image 2017 10 03 at 14.53.14

De acordo com dados da Polícia Federal existem cerca de 1.730.000 imigrantes no Brasil e 14 mil refugiados, sendo que a maior migração dos últimos anos no país foi dos haitianos.

Informações e fotos do Portal CTB