Comitê Brasileiro pela Paz na Venezuela repudia novas ameaças e ofensivas dos EUA

O Comitê Brasileiro pela Paz na Venezuela repudia energicamente as declarações feitas por Donald Trump e seus funcionários nesta quarta-feira (1º de abril), enviando navios e efetivos militares do Comando Sul dos Estados Unidos para o Mar do Caribe, próximo ao território venezuelano. Em meio a sua desastrosa postura frente a pandemia do Covid-19, que já configura uma crise humanitária com mais de 213 mil pessoas infectadas e 4,5 mil mortas só nos Estados Unidos, o governo Trump quer desviar a atenção pública para o deslocamento de tropas e equipamentos militares estadunidenses para uma suposta operação de combate ao narcotráfico e terrorismo no Caribe.

Desesperado e desgastado, Trump segue lançando mão de ações golpistas que promovem a desestabilização de regiões inteiras na tentativa de aumentar a sua popularidade em pleno ano eleitoral nos Estados Unidos. Ao mofado estilo macartista, o imperialismo estadunidense promove perseguições e ataques à soberania e autodeterminação dos povos, violando descaradamente a Carta das Nações Unidas.

Saudamos a manifestação da robusta estrutura do governo venezuelano no combate ao narcotráfico e ao terrorismo em colocar-se a disposição para qualquer cooperação e coordenação necessária para conter o avanço do narcotráfico e do crime organizado na região. Lembramos aqui que a própria vice presidenta da Venezuela, Delcy Rodríguez, denunciou na tribuna das Nações Unidas a localização exata de laboratórios de drogas em território colombiano, identificados graças ao serviço de inteligência bolivariano.

Em vez de promover a cooperação internacional e colocar a vida das pessoas em primeiro lugar, o governo Trump aposta na agressividade supremacista imperialista, promovendo um criminoso bloqueio econômico contra o governo eleito de Nicolás Maduro e o povo venezuelano, mobilizando uma das maiores operações militares dos Estados Unidos na região desde a invasão do Panamá em 1989.

Diante disso, o Comitê Brasileiro pela Paz na Venezuela e as entidades abaixo-assinadas repudiam energicamente as mentiras e calúnias proferidas pelo governo Trump, como também repudiam as ações militares no Mar do Caribe sob a desculpa de combate ao narcotráfico e ao terrorismo. Se querem combater o narcotráfico e o crime organizado, os Estados Unidos deveriam buscar soluções junto ao Estado colombiano, internacionalmente conhecido como o maior produtor de drogas do mundo.

#ForaImperialismo
#ForaTrump
#LasSancionesSonUnCrimen
#ConMaduroMeResteo
#PonerLaVidaAntesQueElCapital

São Paulo, 2 de abril de 2020

Para adesões, enviar assinaturas para paznavenezuelabr@gmail.com até 5 de abril de 2020