Secretariado do CMP repudia bases militares na Colômbia

 Veja a declaração emitida pelo Secretariado do Conselho Mundial da Paz (CMP), sobre a implantação de bases militares estadunidenses na Colômbia.

Declaração do CMP sobre a instalação de bases militares estrangeiras na Colômbia

O CMP rejeita veementemente os planos dos EstadosUnidos de instalar novas bases militares na Colômbia através da utilização das instalaçõesmilitares colombianas de Palanqero, Apiay, Malambo, Cartagena e Málaga.

Essas novas bases transformarão a Colômbia em um centro tático operacionalna América Latina. O acordo assinado entre os governos da Colômbia e dos EstadosUnidos por dez anos permitirá a implantação de 1.400 homens (civis emilitares), na Colômbia, elevando o país ao mais alto nível na lista de países nosquais os EUA operam militarmente.

O CMP enfatiza que essa evolução deve ser vistacomo o crescimento das atividades do Comando Sul (SOUTHCOM) dos EUA, queestá expandindo suas atividades militares sobre o continente com novas basesmilitares, que complementam outras atividades como a reativação da Quarta Frota.

O imperialismo estadunidense visa à criação de um"cinturão" em torno de alguns Estados na região da América do Suljunto com outras várias ações imperialistassubversivas, como observamos nos últimos anos na região, que constituem umaescalada contra os povos, a paz e a segurança em todo o continente.

O CMP condena as políticas de guerra do governo dos EUA, antigos enovos, para os povos da América Latina e manifesta a sua solidariedade para com todasas forças amantes da paz na região, especialmente na Colômbia, na sua lutacontra a dominação imperialista e interferências estrangeiras, pelo direito dospovos à determinação de seu futuro soberano e livre de qualquer presençamilitar e ameaça estrangeira.

Saudamos a campanha da Federação Mundial da JuventudeDemocrática (FMJD) para o Dia Continental de Ação contra as Bases Militares Estadunidensesna Colômbia, convocada para o dia 09 de setembro de 2009, e convocamos todos osmembros e amigos do CMP a participarem desta campanha.

Atenas, 7 de setembro de 2009.

O Secretariado do CMP

Traduzido do inglês por Daniele Nascimento
    

Deixe uma resposta