CMP expressa solidariedade aos protestos do povo egípcio

O Conselho Mundial da Paz (CMP) saúda as massas do povo egípcio, que há dez dias bravamente vêm fazendo manifestações na Praça Tahrir, no Cairo, e em outras cidades importantes do Egito, pelo direito de decidir seus destinos em um país livre e democrático, contra qualquer tipo de opressão e discutir o regime do seu país, com base nos interesses da classe trabalhadora e dos pobres.

Condenamos firmemente os recentes ataques armados contra aqueles que pacificamente protestam na Praça Tahrir, que já feriram centenas de pessoas, e clamamos pela suspensão imediata das provocações por parte da polícia ou da milícia armada dos partidários do antigo regime.

O CMP denuncia os esforços dos Estados Unidos, da União Europeia e de outros que apoiaram todos estes anos os governos do Egito, e que agora tentam instalar um novo regime, amigável e com boa vontade para com os seus interesses.

A insurgência do povo egípcio é um “investimento” real e importante para as futuras lutas do povo egípcio, o que deixa claro que a história está sendo escrita pelas massas, que podem impor a sua vontade, mesmo contra regimes poderosos e o apoio internacional que recebem.

Expressamos a solidariedade ao povo egípcio, amante da paz, e ao Comitê Egípcio de Paz e convocamos todos os membros e amigos do CMP a difundir as mensagens de apoio e solidariedade aos nossos parceiros egípcios.

3 de fevereiro de 2011
O Secretariado do CMP

Deixe uma resposta