Declaração do Movimento Cubano pela Paz e a Soberania dos Povos

O Movimento Cubano pela Paz e a Soberania dos Povos (MOVPAZ), Coordenador Regional do Conselho Mundial pela Paz para América e o Caribe expressa profunda preocupação ante os graves acontecimentos no Oriente Médio encaminhamos a perpetuar outra agressão imperialista por parte dos Estados Unidos, Israel e a OTAN de conseqüências imprescindíveis contra a república Islâmica do Iran e a Republica Árabe Síria

Nas atuais circunstancias a humanidade perdeu capacidade e ação política contra a impunidade imperialista que se exercem contra os povos e governos no mundo em cumplicidade com as transnacionais dos meios massivos de informação e a internet, reduzindo dramaticamente as garantias de sua sobrevivência.

Prevalece a desavergonhada violação da Carta das Nações Unidas e seus princípios, o seqüestro de suas agencias de ajuda humanitária para o desenvolvimento e de seus mecanismos pelos interesses imperialistas que vulneram a soberania de povos e nações, tal como fez o povo líbio.

A este perigoso precedente da diplomacia das armas e da guerra exercido e repetido em várias ocasiões pelos Estados Unidos da América, conjuntamente com a desacreditada e criminosa OTAN, tem somando organismos políticos regionais como a Liga Árabe, a União Européia e instituições financeiras e comerciais baseadas em sanções com o objetivo de conseguir o subjulgamento que aspiram, feitos denunciados inúmeras vezes por Fidel, a Revolução Cubana, personalidades e líderes políticos de outros países.

O Movimento Cubano pela Paz e a Soberania dos Povos faz um chamado internacional para frear a irracionalidade imperialista estadunidense-israelita contra a República Islâmica do Iran e a Republica Árabe Síria que põe o mundo a beira de um perigoso colapso e apóia as posições apresentadas pela chancelaria da Federação Russa e da República Popular da China

Nenhuma potencia tem direito a decidir pelo povo algum e muito menos intervir nos seus problemas internos ou estimular para que outros façam, é preferível, como disse Fidel em uma de suas recentes reflexões: “ Caminhar até chegar e conseguir a paz, a segurança, o respeito e a dignidade humana como um desejo de todos os seres humanos ao longo da história”

Convocamos a Comunidade Internacional, a todos os atores regionais e internacionais e a todas as forças progressistas do mundo, realizar um urgente chamado anti-imperialista no podia das Nações Unidas para reverter o silencio existente ante a perigosa situação que atravessa a humanidade

Movimento Cubano pela Paz e a Soberania dos Povos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s