São Paulo lança Frente Parlamentar de Solidariedade a Cuba

Foi lançada nesta quarta-feira (9) a Frente Parlamentar de Solidariedade a Cuba, o ato ocorreu durante a 5ª Convenção Paulista de Solidariedade a Cuba, na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

Organizado pelo Movimento Paulista de Solidariedade a Cuba, o evento contou a participação de diversas organizações sociais, partidos políticos e pessoas solidárias a ilha caribenha.

Dando abertura ao ato o cônsul geral de Cuba em São Paulo, Lázaro Mendéz lembrou que há mais de meio século os Estados Unidos decretaram o criminoso bloqueio econômico, financeiro, político e midiático contra Cuba.

Também expressou seu rechaço à exclusão da ilha na Cúpula das Américas, que ocorreu em abril deste ano na Colômbia. “Isto é um sinal de que são Cúpulas feitas à imagem e semelhança do Governo dos EUA e que são instrumentos para exercer o domínio de uma maneira nada democrática e com desrespeito a países que são soberanos”, declarou. 

Mendéz destacou as campanhas que vem sendo feitas a favor da libertação dos cinco antiterroristas cubanos presos injustamente nos Estados Unidos e explicou sobre a atualização do modelo econômico e social cubano.

“Não estamos fazendo reformas políticas, queremos um modelo econômico que mantenha um desenvolvimento sustentável e preserve as conquistas da revolução”, esclareceu o cônsul.

Apoio brasileiro

Militante do movimento de solidariedade a Cuba, a educadora Elza Lobo enfatizou o apoio brasileiro dado á ilha na época de revolução. “A gente tinha a embaixada brasileira em Cuba e naquele momento felizmente o embaixador apoiou diretamente ao processo e isso nunca é divulgado”, criticou.

No fim do ato leu-se uma carta que dizia “Cuba está promovendo grandes mudanças para fortalecer a revolução e o poder popular (…) estamos aqui nos contrapondo a campanha midiática que desinforma sobre a realidade cubana (…) Cuba não está só, nós estamos resistindo! Viva o socialismo!” , indicou o documento.

Guantanamera

Durante o evento o grupo musical chileno Canto Livre apresentou canções de protesto e fez uma homenagem a Cuba com “Guantanamera” finalizando o evento.

A convenção do estado é uma preparação para a 20ª Convenção Nacional, que acontecerá entre os dias 24 a 27 de maio em Salvador, Bahia.

Estavam presentes no encontro o cônsul de segunda da República Bolivariana da Venezuela em São Paulo J. Torrealba Torres, a presidente do Cebrapaz Socorro Gomes, Emir mourad da FEPAL, representantes do Movimento de Mulheres Olga Benário, Consulta popular, Levante Popular da Juventude, da Associação de Integração Paraguai Brasil Japayke, Mercedes Alencar, Deputado Adriano Diogo (PT), deputado Pedro Simão (PT)  o secretário de relações internacionais do PC do B, Ricardo Abreu, dentre outras organizações. 

Da redação do Cebrapaz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s