Apelo dos sindicatos de Donbass denuncia massacre dos ucranianos no leste

A todas as organizações não governamentais
A todos os povos de boa vontade

Mensagem das organizações sindicais de Donbass (região de Lugansk)
Enviada em 28/2/2015 

Caros colegas, povo de boa vontade!

O grande sofrimento humano e tensão chegou à nossa terra. Por muitos dias e noites, as pessoas matam pessoas. Com a passividade silenciosa da comunidade mundial, crianças, idosos, mulheres são mortos nos tiroteios. O regime de Kiev continua a destruir deliberadamente a infraestrutura de Donbass. Como resultado, dúzias de infraestrutura destruída, escolas, creches e hospitais. E essa loucura sangrenta está acontecendo no coração da Europa.

Não é impossível notar! Manter o silêncio é um crime!

Em luto publicamente pelos mortos abaixo do Volnovaha, o governo ucraniano dá ordens para matar civis que tentam escapar em Gorlovka, Donetsk e nas proximidades de Lugansk. A artilharia pesada e aviação são usadas, destruindo cidades e vilas, destruindo a vida em toda a região. Na véspera do Theophany, o Exército ucraniano abriu fogo contra áreas residenciais de cidades na área de Pervomaisk, Almaznaya, Stakhanov, e Slavyanoserbsk.

Pessoas inocentes continuam morrendo agora, neste preciso momento! Não há limites para a hipocrisia das autoridades ucranianas! É bem sabido que o principal objetivo do movimento sindical é a proteção abrangente dos direitos dos trabalhadores. Hoje, entretanto, os sindicatos protegem o mais importante dos direitos humanos – o direito à vida! Este direito está embricado em todos os instrumentos e convenções oficiais internacionais e europeus de direitos humanos.

Apelamos a todas as organizações internacionais e de direitos humanos, sindicatos, mães e pais cujos filhos tornaram-se reféns de uma política sangrenta oficial de Kiev. Pensem sobre isso e ajudem-nos a deter aqueles que querem matar!

Hoje é necessário consolidar os esforços da comunidade europeia e internacional para deter a guerra e os massacres de civis. Urgir o presidente e o governo da Ucrânia a cessar essa loucura sangrenta. Parem a guerra! Junto podemos!

A mensagem foi adotada na reunião do presidium da Federação Sindical da República Popular de Lugansk

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s