Frente popular apresenta plano de ações contra o golpe no Brasil

No caldo da mobilização intensificada contra o governo ilegítimo e já em ruínas de Michel Temer e contra seu pacote demolidor dos direitos sociais e trabalhistas, movimentos, partidos políticos e outras entidades populares têm enfatizado a urgência da luta e promovido um plano de ações. Na segunda-feira (29), a Frente Brasil Popular (FBP), que o Cebrapaz integra, lançará um Plano Popular de Emergência com um ato em São Paulo.

“A saída democrática que propomos tem como pressuposto a antecipação das eleições presidenciais para 2017. Esse é primeiro passo para se travar uma ampla e persistente disputa política capaz de criar uma correlação de forças favorável a oportuna convocação de uma Assembleia Nacional Constituinte, destinada a refundar o Estado de direito e estabelecer reformas estruturais democráticas”, defende a FBP.

As entidades sociais que a compõem destacam o caos político, econômico e social em que o golpe e seus desenvolvimentos lançaram o povo brasileiro e os ataques aos direitos dos trabalhadores e dos cidadãos em geral. Para além da recuperação da nossa democracia, a mobilização busca mudanças estruturais.

De acordo com a Frente, o plano a ser apresentado baseia-se em dez eixos: democratização do Estado; política de desenvolvimento, emprego e renda; reforma Agrária e agricultura familiar; reforma Tributária; direitos sociais e trabalhistas; direito à saúde, à educação, à cultura, à moradia; segurança pública; direitos humanos e cidadania; defesa do meio ambiente e política externa soberana.

A Frente também rechaçou veementemente o uso da repressão policial e militar contra manifestantes em Brasília, contra os quais o presidente ilegítimo decidiu convocar as Forças Armadas. Os movimentos sociais estimam que mais de 200 mil pessoas tenham participado da marcha na capital, convocada pela FBP e pela Frente Povo Sem Medo.

Sem forças, sem apoio popular e vendo sua base golpista pular do barco, Temer criminaliza e persegue os movimentos sociais,” afirma a nota, emitida no mesmo dia da Marcha, 24. Ainda assim, as forças integrantes das duas frentes já reafirmaram sua determinação por não deixar as ruas.

Acesse o conteúdo do Plano Popular de Emergência aqui.

Serviço

Ato em Defesa das Diretas Já e lançamento do Plano Popular de Emergência

Data: 29 de maio
Horário: 19 horas
Local: TUCA – Teatro da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.
Endereço Rua Monte Alegre,1024 – Perdizes, São Paulo.

Contato Assessoria de Imprensa: Ana Flávia Marx 11 99690-3298

Com informações da página da Frente Brasil Popular