Categoria: Imperialismo

Não tira não, Mr. Pompeo

Em visita à capital de Roraima, Boa Vista, na última sexta-feira (18), ciceroneado por Ernesto Araújo, titular do Ministério das Relações Exteriores do governo de extrema direita de Jair Bolsonaro e por alguns fardados do exército brasileiro, o secretário de Estado dos Estados Unido Mike Pompeo fez ameaças de golpe e intervenção na Venezuela.

Por José Reinaldo Carvalho*

Mike Pompeo e Ernesto Araújo (esq.) | Presidente Nicolás Maduro
Continue lendo “Não tira não, Mr. Pompeo”

TV Cebrapaz entrevista Celso Amorim: O Brasil de hoje frente aos desafios mundiais

O Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz) conversou com o ministro Celso Amorim sobre os principais desafios internacionais e o papel de um Brasil nada “ativo e altivo” sob o governo Bolsonaro. A entrevista, conduzida pela diretora Moara Crivelente e pelo secretário-geral José Reinaldo Carvalho, trata de diversos temas da política externa brasileira e de questões como o agravamento da situação na Palestina ocupada, as ameaças à Venezuela, o projeto de integração latino-americana, a China num mundo multipolar, a submissão do Brasil à agenda estadunidense e a urgência da luta pela paz. Acompanhe:

Continue lendo “TV Cebrapaz entrevista Celso Amorim: O Brasil de hoje frente aos desafios mundiais”

Livro de Bolton torna imoral qualquer ataque à Venezuela

John Bolton, ex-conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos entre abril de 2018 e setembro de 2019, acaba de jogar na Casa Branca uma bomba cujos estilhaços podem acarretar efeitos devastadores neste final de mandato do presidente Donald Trump, comprometendo não só diferentes aspectos da política doméstica, como principalmente as relações exteriores daquela que, embora decadente, ainda é a maior superpotência do mundo.

Por José Reinaldo Carvalho*

John Bolton book claims Trump asked China's Xi Jinping for ...

Continue lendo “Livro de Bolton torna imoral qualquer ataque à Venezuela”

Imperialismo, direito internacional e a saúde do sistema internacional

A emersão da ciência nas manchetes da mídia, lugar geralmente cativo da política internacional, é apenas uma das consequências da pandemia de Covid-19 engolfando o mundo. Uma recente declaração, entretanto, do presidente dos Estados Unidos, sugerindo que o financiamento à Organização Mundial da Saúde (OMS) estaria em risco, oferece uma bem-vinda mudança à narrativa midiática, especialmente para aqueles em quarentena em casa que escolheram se dedicar ao direito e não à medicina.

Por Wesam Ahmad*, na página da entidade palestina Al-Haq

United Nations | LinkedIn Continue lendo “Imperialismo, direito internacional e a saúde do sistema internacional”